As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
O PAICV quer ganhar as autárquicas com vantagem máxima
- 13-Dec-2003 - 22:58

O PAICV quer ganhar as eleições autárquicas de 2004 com vantagem máxima. “E isso significa manter as câmaras que já são do PAICV e conquistar outras”, avançou ao A Semana Online Mário Matos, porta-voz do encontro nacional dos cabeças de lista e responsáveis locais do partido tambarina sobre as autárquicas de 2004, que terminou ontem na Assembleia Nacional.


Mário Matos prossegue dizendo que o PAICV quer “vencer estas eleições para reforçar o poder local e consolidar o municipalismo e a cidadania em Cabo Verde”.

Entretanto, a grande novidade desse encontro é a introdução, sob proposta do presidente do partido, José Maria Neves, de uma agenda autárquica do PAICV para este defeso eleitoral.

Esse documento, “ainda a ser aprofundado”, contém nove pontos, considerados pelo partido tambarina como fundamentais para a boa governação municipal.

Nessa agenda o partido de José Maria Neves se propõe, entre outros, a aprofundar a descentralização e a ampliar os espaços de participação dos cidadãos; construir uma maior competitividade entre as ilhas e os municípios; e a criar mecanismos inovadores para o desenvolvimento de parcerias locais.

Além disso, o PAICV defende a boa governação municipal, o desenvolvimento do capital humano, a Cultura, enquanto factor de desenvolvimento, e o ambiente e o turismo.

Merece também a atenção do partido tambarina, a infra-estruturação e o ordenamento do território municipal, a juventude, o desporto e o lazer.

“Todos estes nove pontos da Agenda autárquica serão prosseguidos na totalidade pelos candidatos. O PAICV tem que ter propostas transversais para todos os concelhos”, sublinha Mário Matos, para depois acrescentar que no encontro nacional dos cabeças de lista e primeiros secretários do partido, que ontem terminou, reflectiu-se ainda sobre a regionalização e sairam orientações para a campanha autárquica de 2004.

Este último tema, a propósito, é também o prato forte do Conselho Nacional do PAICV que está reunido até amanhã na Assembleia Nacional. Está igualmente em discussão, no CN do PAICV, o relatório da Comissão Política, o Orçamento e Plano de Acção para 2004 e o Exercício do poder pela maioria.

Refira-se ainda que o partido tambarina apresenta hoje à noite, na Praia, os seus 16 candidatos às eleições municipais que se avizinham – o PAICV só não concorre com candidato próprio em São Domingos, apoiando a candidatura independente liderada por Pedro Semedo.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem