As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Nova fábrica de cimento na ilha de Santo Antão
- 18-Dec-2003 - 13:54

Uma nova fábrica de cimento pozolánico vai ser construída no início do próximo ano no município cabo-verdiano de Porto Novo, na ilha de Santo Antão, para produzir 40 mil toneladas/ano.


Trata-se de um projecto que consiste no aproveitamento das jazidas de pozolanas existentes naquele concelho, actualmente subaproveitadas, com reservas estimadas em mais de seis milhões de toneladas.

Financiada por um grupo de investidores italianos e cabo-verdianos com mais de cinco milhões de dólares, a fábrica vai produzir também derivados do cimento, nomeadamente telhas, cimento cola e blocos de revestimentos, para o mercado interno.

Segundo a agência cabo-verdiana de notícias, INFORPRESS, o primeiro lote de equipamentos para o projecto de cimentaria já chegou àquele concelho, facto que as autoridades muncipais descrevem como "prova de seriedade" dos seus investidores.

Para a edilidade portonovense, a chegada desses equipamentos para a montagem dos estaleiros e de outras construções constitui "mais um passo importante" com vista à implementação do projecto.

Nos termos de um acordo assinado, em Setembro passado, entre a empresa italiana CABOCEM e a Câmara Municipal de Porto Novo, a nova unidade industrial vai explorar as jazidas de pozolanas durante os próximos 25 anos.

O município irá receber, como contrapartida, uma taxa a pagar anualmente por cada tonelada de pozolana explorada.

Esta nova unidade industrial vai substituir uma antiga fábrica que se dedicava à exploração desta matéria-prima mas que foi encerrada em 1992 por dificuldades de ordem económica.

As pozolanas constituem uma das raras riquezas minerais de Cabo Verde e eram anteriormente utilizada em obras portuárias e outras de grande vulto tanto no país como no estrangeiro, nomeadamente em Portugal e Angola.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem