As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Bispos discutem estratégias para aproximar igrejas dos PALOP
- 19-Jan-2004 - 17:58

Os bispos católicos que participam no V Encontro das Presidências Episcopais das Igrejas Lusófonas reuniram-se hoje à porta fechada no Seminário Maior, em Bissau, para delinear estratégias de aproximação e colaboração entre as igrejas dos PALOP.


Pela primeira vez, os oito bispos presentes no encontro, que se prolonga até ao dia 27, estão frente a frente para debater "questões concretas" e delinear estratégias entre as Igrejas dos PALOP, Países africanos de língua oficial portuguesa.

Fonte da organização disse que a possibilidade de abertura de uma instituição de cariz universitário de formação na Guiné-Bissau, à semelhança daquilo que acontece, por exemplo, em Angola com a Universidade Católica, é um dos assuntos em cima da mesa.

A mesma fonte remeteu para a conferência de imprensa de quarta-feira "toda e qualquer explicação" das decisões tomadas pelos bispos nos encontros que vão decorrer durante três dias.

O encontro dos bispos iniciou-se às 08:30 locais (mesma hora em Lisboa) e deverá ser interrompido às 17:00 para uma palestra sob o tema "Ética e Política", que deveria ser proferida pelo cardeal Patriarca de Lisboa, D. José Policarpo, que, entretanto, não se deslocou a Bissau.

Logo após esta palestra, que ficará a cargo do bispo auxiliar de Lisboa, D. Tomaz da Silva Nunes, os prelados regressam ao encontro no Seminário Maior de Brá, arredores da capital guineense.

No programa de actividades de hoje estava prevista uma visita de cortesia ao primeiro-ministro, Artur Sanhá, que, no entanto, se encontra em Bruxelas para uma "reunião de consultas" com a União Europeia (UE).

Presentes no encontro de Bissau, além de D. Tomaz Nunes, bispo auxiliar de Lisboa, estão D. Paulino Évora, bispo da Cidade de Praia (Cabo Verde), D. Eugénio Del Corso, bispo de Saurimo (Angola), D.

António Celso de Queiroz, bispo de Catanduva (Brasil), D. José Camnaté, bispo de Bissau, e D. Pedro Zilli, de Bafatá (Guiné-Bissau).

Também estão presentes D. Damião Franklin, arcebispo de Luanda (Angola) e D. Geraldo Majello Agnelo, cardeal primaz de São Salvador da Baía (Brasil). Por doença ou dificuldades de agenda, não vieram prelados de Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Durante o encontro dos bispos lusófonos, que está a mobilizar os católicos guineenses, será prestada homenagem a D. Settimio Ferrazzetta, primeiro bispo da Guiné-Bissau, falecido a 27 de Janeiro de 1999, em pleno conflito político-militar, após mais de 40 anos de sacerdócio.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem