As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Governo liberaliza comercialização do trigo
- 23-Jan-2004 - 16:36

O governo cabo-verdiano vai liberalizar, a partir de Fevereiro próximo, a importação e comercialização do trigo no país até agora um exclusivo da Moagem de Cabo Verde AS (MOAVE).


O anúncio foi feito pelo ministro cabo-verdiano da Economia, Crescimento e Competitividade, Avelino Bonifácio, quando oficializava a inauguração das obras de modernização e de aumento de capacidade da MOAVE.

A MOAVE é uma empresa industrial privada que vem abastecendo o mercado cabo-verdiano ao longo de décadas em que deteve o regime de exclusividade na importação do trigo em grão.

Depois de moído e ensacado nas suas instalações, em São Vicente, o trigo em grão era distribuído pelas diversas ilhas.

Avelino Bonifácio destacou a qualidade dos produtos da MOAVE, que considerou "uma das mais bem sucedidas empresas industriais 'genuinamente' cabo-verdianas".

"É com projectos desta dimensão, com homens de visão como os fundadores da MOAVE, ainda antes da independência, que apostam e que arriscam, que têm capacidade para gerir e de antever o futuro, que este país vem-se desenvolvendo", salientou.

A MOAVE passou a ter uma capacidade de stockagem de 900 toneladas de farinha de trigo, graças a um recente investimento de 230 mil contos cabo-verdianos (cerca de 2,1 milhões de euros), 70 por cento do qual auto-financiado pela empresa.

A designada segunda fase de modernização e aumento da capacidade de produção consistiu na construção de quatro silos metálicos, de 150 toneladas cada, para armazenagem de farinha.

Foram construídos igualmente três outros silos para armazenagem de sêmola bem como foi instalado um sistema informático de controle de todo o circuito de ensaque, triplicando assim a sua capacidade.

De acordo com o presidente do Conselho de Administração da empresa, João Leão, "já está equacionada uma terceira fase de investimento para a modernização da empresa, na ordem dos 120 mil contos (cerca de 1 milhão de euros).

Este novo investimento estará virado para o aumento da capacidade de moenda de 80 para 150 toneladas/dia, o que deve levar a MOAVE a virar-se também para a exportação.

Fundada em 1972, a MOAVE surgiu de um projecto inteiramente assente em capitais privados, tendo o Estado sido admitido como accionista seis anos depois.

As acções públicas acabaram no entanto por serem vendidas aos privados, na sequência do processo da privatização das empresas estatais em Cabo Verde, iniciado em 2001.

Data de 1995 o primeiro grande programa de investimentos que a
empresa desenvolveu e cuja primeira fase ficou concluída em 2000 com a aquisição e instalação de equipamentos de limpeza e humidificação do trigo completamente automatizados.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem