As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Grupos privados portugueses interessados no sector da saúde
- 28-Jan-2004 - 14:38

Grupo privados portugueses ligados ao sector da Saúde encontram-se em Cabo Verde para negociar a prestação de serviços, a curto prazo, neste país africano lusófono.


A discussão desta possibilidade enquadra-se na visita de cinco dias que o secretário de Estado da Saúde português, Carlos Martins, iniciou na terça-feira a Cabo Verde e durante a qual o governante português tomará contacto com diversas unidades do sector.

Para esse efeito, integram a comitiva de Carlos Martins a administradora dos Hospitais Privados de Portugal (HPP), Rita Andrade, e dirigentes da PRURIBVUS II, um grupo ligado à hemodiálise. Acompanham ainda o secretário de Estado o director- geral de Saúde, José Pereira Miguel, o presidente da INFARMED, Rui Santos Ivo, o presidente do INEM, Luís Cunha Ribeiro, e o presidente do SUCH, Inácio Moraes Mendes.

Após reuniões entre as autoridades cabo-verdianas e representantes das duas empresas privadas de prestação de cuidados de saúde, o secretário de Estado disse à Agência Lusa que o governo português está "firmemente interessado em ver grupos como, o HPP, instalados em Cabo Verde".

"É um grupo com credibilidade e provas dadas. Por outro lado, a instalação deste grupo, com a construção de um hospital, significa aumento da capacidade de resposta aos cidadãos cabo- verdianos e um novo espaço de formação de quadros", afirmou.

A visita de Carlos Martins a Cabo Verde tem ainda como objectivo concretizar as acções de cooperação entre os dois países, já estabelecidas nos acordos assinados aquando da deslocação a Cabo Verde do ministro da Saúde português, Luís Filipe Pereira, em Outubro de 2003.

Hoje serão assinados, na Cidade da Praia, protocolos entre o Instituto Nacional de Farmácia e do Medicamento (INFARMED) de Portugal e a Direcção Geral de Farmácia de Cabo Verde.

Os protocolos de cooperação envolvem ainda o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e o Serviço de Utilização Comum dos Hospitais (SUCH), ambos de Portugal, com a Direcção Geral de Saúde de Cabo Verde.

"Vamos apostar na formação de quadros na área da farmácia e da emergência médica e colaborar na elaboração dos planos de emergência das infra-estruturas aeroportuárias. Também vamos formar técnicos intermédios para a manutenção e conservação dos equipamentos nos hospitais e centros de saúde", explicou Carlos Martins à Lusa.

Ainda no âmbito desta cooperação, chega esta semana a Cabo verde o primeiro contentor com equipamentos clínicos, oferta do governo português.

Mais dois protocolos deverão ser assinados em Maio próximo, na cidade do Mindelo, ilha de S. Vicente, um referente à cooperação na área da política do sangue, com formação de quadros e missões técnicas, e um outro no domínio de saúde pública entre as duas Direcções Gerais de Saúde.

Durante a visita de Carlos Martins a Cabo Verde será também abordada a transferência de doentes para Portugal, que o governante português considera poder ser feita em melhores condições e abrangendo mais pessoas, desde que através de um melhor acompanhamento.

"Vamos aprofundar a cooperação entre os profissionais de saúde de Cabo Verde e de Portugal, e promover juntas conjuntas para um acompanhamento mais próximo das evacuações, seja na decisão de evacuar, seja durante a permanência em Portugal", explicou.

Quinta, sexta-feira e sábado, Carlos Martins prossegue a sua visita a instituições de saúde das ilhas de S. Vicente e Sal. O regresso a Portugal está marcado para a madrugada de domingo.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem