As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Obras de reabilitação dão novo visual à Cidade Velha
- 4-Feb-2004 - 16:19

A Cidade Velha, a antiga capital de Cabo Verde, fundada em 1462, vai ganhar nos próximos meses um novo visual, com a conclusão de uma boa parte das obras de reabilitação aí desenvolvidas há vários anos.


Este mês dá-se início á reabilitação da praça emblemática da urbe, a do pelourinho, e de toda a zona marginal adjacente, que se traduzirá numa mudança radical do "coração" do povoado.

Desmantelada uma degradada esplanada, que nos últimos anos acolheu os visitantes, a intervenção reconverterá o largo do pelourinho num espaço aprazível de confluência e de convívio de forasteiros e habitantes.

Os edifícios habitacionais voltados para a pequena praia, onde os botes de pescadores se fazem ao mar na enseada, serão igualmente recuperados e, no futuro, poderão dar lugar a pequenos bares e restaurantes.

"Vamos tentar que sejam os moradores dos edifícios que dão para o mar a ser eles próprios a dinamizar as actividades comerciais", adiantou á Agência Lusa Carlos Carvalho, presidente do Instituto de Investigação e do Património Cultural (IIPC) de Cabo Verde.

O arranjo urbano previsto para a praça do pelourinho e envolvente será concretizado mediante um projecto orçado em 100 mil euros, financiado pela cooperação espanhola, que irá igualmente desenvolver uma intervenção económica e social junto dos agricultores da zona.

Não será apenas esta intervenção a contribuir para um novo visual da cidade-berço de Cabo Verde. Também a consolidação das ruídas da Sé Catedral (século XVI) ficará concluída em meados do corrente ano, com o financiamento da cooperação portuguesa.

Igualmente a reabilitação da Igreja de Nossa Senhora do Rosário (século XV), financiada pelos espanhóis, estará pronta nos próximos meses.

Nestes primeiros meses, deverá também entrar em funcionamento uma pequena pousada desenhada pelo arquitecto português Álvaro Siza Vieira, que há alguns anos tem sob a sua responsabilidade a elaboração do plano geral de intervenção na urbe.

"No primeiro semestre deste ano as grandes obras estarão concluídas, mas o primeiro trimestre será decisivo", referiu Carlos Carvalho, em alusão à reabilitação projectada e à intervenção social na zona agrícola da ribeira.

O projecto destinado aos agricultores, igualmente financiado pela cooperação espanhola, exige um forte envolvimento, pois o que se pretende é contribuir para a modernização das técnicas, introduzir novas culturas e criar canais de escoamento, nomeadamente com a criação de uma unidade de frio.

Ainda na primeiro trimestre do corrente ano será inaugurada uma exposição permanente dos achados arqueológicos recolhidos durante as intervenções no património, que poderá ser visitada no edifício do Gabinete Técnico, até que seja encontrado um espaço adequado.

Nos últimos anos, a cooperação espanhola já concretizou a reabilitação da fortaleza real de S. Filipe e a igreja do antigo Convento de S. Francisco, respectivamente dos séculos XVI e XVII.

Carlos Carvalho adiantou que é intenção lançar, ainda no corrente ano, os trabalhos arqueológicos para se ter uma noção mais exacta, do que foi, e do que existe, da antiga igreja- hospital da Misericórdia (século XVI).

Para além da importância histórica da Cidade Velha, as intervenções em curso, e que prosseguirão nos próximos anos, têm como objectivo a sua futura classificação, pela UNESCO, como património da humanidade.

A zona da Cidade Velha terá sido o primeiro ponto do arquipélago onde acostaram os descobridores portugueses, em 1460.

Como zona administrativa, foi cedida pela coroa portuguesa ao navegador genovês António de Noli, que, com familiares, habitantes do Alentejo, Algarve e frades franciscanos, terá criado aí a primeira colónia.

Interposto de escravos africanos com destino ao continente americano, a sua baía foi palco de grandes batalhas navais, nomeadamente com as frotas do almirante inglês Francis Drake (século XVI).

A destruição causada pelo corsário francês Jacques Cassard (XVIII), levou a coroa portuguesa a transferir a capital do arquipélago para a Cidade da Praia, em 1769.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem