As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Mulheres à conquista do poder municipal
- 5-Feb-2004 - 14:05

As quartas eleições autárquicas de Cabo Verde, agendadas para 21 de Março, podem ficar marcadas pela chegada das mulheres ao topo do poder municipal na jovem democracia cabo-verdeana.


O Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), no poder, aposta em três mulheres como cabeças de lista: Sara Lopes na câmara do Sal (Ilha do Sal), Rosa Fortes em Porto Novo e Vera Almeida no Paúl (ambos na Ilha de Santo Antão).

Isaura Gomes concorre pelo Movimento para a Democracia (MpD), a maior força política da oposição, à câmara de São Vicente (Ilha de São Vicente), enquanto Amélia Fernandes encabeça a lista da coligação entre o Partido da Convergência Democrática(PCD) e Partido da Renovação Democrática(PRD) na Praia, capital do país.

A confirmar-se a vitória de alguma destas cabeças de lista femininas nas cinco autarquias, estar-se-á perante uma novidade nos cerca de 14 anos de disputas eleitorais nos municípios cabo-verdianos.

Cabo Verde realizou as primeiras eleições autárquicas em 1991, coincidindo com a abertura do país ao multipartidarismo.

O município de São Vicente é o concelho com mais candidatos à Câmara Municipal. São cinco os concorrentes à autarquia, que foi dirigida até 2001 pelo independente Onésimo Silveira, que, entretanto, renunciou e é, desde 2002, embaixador de Cabo Verde em Lisboa.

São Vicente é outra das curiosidades a marcar a disputa autárquica de 21 de Março, tendo em conta que deverá passar a ser liderado por um autarca apoiado por uma força partidária.

São cinco as candidaturas à câmara de São Vicente, a segunda maior autarquia do país.

Isaura Gomes, candidata do MpD, concorre pela segunda vez a São Vicente, Mário Matos é o candidato apresentado pelo PAICV, João José faria, actual presidente da Câmara, tenta a reeleição pelo PTS (Partido do Trabalho e Solidariedade), António Gomes candidata-se pela UCID (União Cabo-Verdiana Independente e Democrática) e Albertino Graça é candidato independente.

Na capital, são quatro as candidaturas, todas de partidos políticos. O actual presidente da Câmara, Felisberto Vieira, PAICV, tenta a sua reeleição, enquanto que Ulisses Correia e Silva é a aposta do MpD, que já ganhou duas vezes, para recuperar a Câmara da Praia.

Manuel Rodrigues é o candidato da UCID e Amélia Fernandes concorre pela Coligação PCD/PRD.

A ilha do Sal, com uma importância acrescida pelo facto de dispor do único aeroporto internacional do arquipélago e pelo volume de turistas, tem, a um mês do início da campanha eleitoral (04 de Março), apenas dois candidatos: Sara Lopes do PAICV e Jorge Figueiredo, independente, embora estejam em curso movimentações para que o MpD possa apoiar este candidato.

A mesma situação ocorre no Concelho da Ribeira Grande, em Santo Antão, com Antero Coelho, PAICV, e Orlando Delgado, independente, como únicos candidatos anunciados na "corrida" ao município.

No concelho de Santa Catarina, onde renunciou José Maria Neves para assumir, em 2001, o cargo de primeiro-ministro, o seu substituto, João Baptista Freire, PAICV, vai medir forças com o conhecido advogado Pinto Monteiro, escolhido para liderar a candidatura do MpD.

As autárquicas de Março têm ainda pela primeira vez uma coligação - PCD/PRD - na disputa, concorrendo em sete municípios.

O PAICV apresenta candidatos em 16 municípios, o MpD em 15, a UCID concorre nos concelhos de São Vicente e Praia e o PTS limita a disputa a São Vicente.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem