As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Governo aprova canais televisão portugueses com sinal aberto na Praia
- 27-Feb-2004 - 16:29

O governo de Cabo Verde aprovou um diploma que autoriza a Câmara Municipal da Praia a instalar parabólicas para emissão dos canais portugueses de televisão SIC, RTP1, TVI e Sport TV, em sinal aberto.


A autorização foi aprovada pelo Conselho de Ministros, depois de uma intensa polémica entre o executivo e o presidente da autarquia da Cidade da Praia, Felisberto Vieira, que ameaçou, há cerca de três semanas, instalar as antenas parabólicas sem autorização.

O autarca alegava que também outros municípios de Cabo Verde tinham instaladas parabólicas para receber e retransmitir o sinal dos referidos canais portugueses.

Felisberto Vieira juntava ao leque de argumentos o facto de haver áreas da cidade que não tinham acesso, por deficiente cobertura do sinal, aos canais actualmente existentes em sinal aberto, a RTP-Àfrica, a TCV (Televisão de Cabo Verde) e a francesa TV5.

Arnaldo Andrade, ministro da Presidência do Conselho de Ministros, explicou que esta decisão, que permite legalizar a pretensão do autarca da Praia, era essencial para regularizar as emissões de forma a evitar problemas, nomeadamente interferências na navegação aérea.

"A lei impõe condições para a retransmissão nestes moldes e os requisitos legais foram agora tidos em conta, sendo, por isso, concedida a autorização", adiantou o ministro.

Arnaldo Andrade disse que este passo é ainda importante para "incutir regras numa área que tem andado muito desregrada" admitindo que "há retransmissões em curso fora do circuito normal e legal", com "prejuízos consideráveis para o país", nomeadamente no que toca à navegação aérea e também com "prejuízo para os canais já devidamente licenciados em Cabo Verde".

Apesar da polémica gerada em torno desta questão, para que os cerca de 80 mil habitantes da Cidade da Praia, capital do arquipélago, possam ter acesso à Sport TV, TVI, SIC e RTP1, "resta agora que sejam feitos os pedidos de frequência para os respectivos sinais", disse o governante.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem