As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
CPLP doa 404 mil euros para Fundo de Gestão Económica de Urgência
- 3-Mar-2004 - 19:27

A Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) entregou hoje ao governo da Guiné-Bissau uma verba de 404 mil euros para o Fundo de Gestão Económica de Urgência (FGEU), no quadro do Orçamento Geral de Estado de 2004.


Esta verba da CPLP, disponibilizada pelo governo português, vai ser gerida pela delegação em Bissau do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), tal como ficou definido na Carta de Transição Política (CTP).

No acto da assinatura do protocolo de acordo para a disponibilização do fundo da CPLP, o embaixador do Brasil em Bissau, Artur Mayer, destacou o "interesse e o empenho" de todos os países da comunidade lusófona nos trabalhos de pacificação definitiva da Guiné- Bissau.

O diplomata brasileiro, cujo país ocupa a presidência rotativa da CPLP, disse esperar que as verbas disponibilizadas por todos os países da comunidade internacional vão ser devidamente utilizadas no financiamento de acções concretas a favor das populações, nomeadamente na promoção da paz.

Por seu lado, Albéric Kacou, representante residente do PNUD em Bissau, sublinhou a importância do gesto dos países que têm vindo a responder favoravelmente ao apelo das autoridades guineenses para o financiamento do Fundo de Gestão Económica de Emergência.

Kacou destacou ainda as contribuições efectuadas recentemente por países como a Holanda, Suécia, França e Portugal, que se ofereceram para conceder apoio financeiro, na sequência do golpe de Estado de 14 de Setembro de 2003, que levou à demissão do presidente Kumba Ialá.

O representante permanente do PNUD disse acreditar que "mais contribuições virão" no sentido de ajudar a Guiné-Bissau a regressar à paz de forma definitiva e encaminhar-se para o desenvolvimento.

Presente na cerimónia esteve também o embaixador de Portugal em Bissau, Jacob de Carvalho.

O Fundo de Gestão Económica de Urgência enquadra-se numa iniciativa conjunta preparada em Dezembro de 2003 entre o governo da Guiné-Bissau e os principais parceiros de desenvolvimento para cobrir o deficit do Orçamento Geral de Estado deste ano, cifrado a volta de 19 milhões de dólares (cerca de 15 milhões de euros).

A CPLP integra oito países - Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné- Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem