As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Acção integrada para discutir difusão do português
- 3-Dec-2002 - 18:03

Os ministérios das Relações Exteriores, Educação e Cultura dos Estados membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) promovem este mês, pela primeira vez em conjunto, uma reunião para discutir a difusão da língua.

O encontro dos representantes da CPLP está previsto para 12 e 13 de Dezembro, no Ministério da Cultura do Brasil, no Rio de Janeiro.

«A lusofonia é a essência da CPLP e sempre foi posta de lado», disse o assessor da área internacional do Ministério da Cultura brasileiro, embaixador Wladimir Murtinho, realçando a importância de uma acção integrada e coordenada daqueles três departamentos ministeriais do Brasil.

Segundo Murtinho, o objectivo da reunião do Rio é apresentar à próxima administração brasileira um projecto para a difusão da língua portuguesa, hoje falada por 200 milhões de pessoas no mundo.

Além dos oito países da CPLP - Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste -, estarão representados no encontro o Instituto Internacional de Língua Portuguesa (ILLP), com sede na Cidade da Praia, e a secretaria executiva da CPLP, de que é titular o brasileiro João Augusto de Médicis.

Passados quase 13 anos sobre a proposta que o então ministro da Cultura brasileiro José Aparecido Oliveira apresentou em São Luís do Maranhão, em 1989, como poderoso instrumento de difusão do português, o IILP continua ainda frágil e sem projectos que beneficiem os cidadãos da comunidade.

A primeira assembleia do instituto só aconteceu em Abril deste ano, quando se confirmou a eleição de Ondina Ferreira, uma ex-ministra da Cultura de Cabo Verde, para um mandato de dois anos na direcção executiva do IILP.

A expectativa é de que do encontro do Rio, financiado pelo Ministério das Relações Exteriores do Brasil, país que ocupa a presidência rotativa da CPLP, saiam propostas concretas para o fortalecimento de uma política de difusão da língua portuguesa.

Espera-se também que o governo de Luiz Inácio Lula da Silva abrace esta causa, fundamental à CPLP e em especial a alguns dos seus membros como Timor-Leste, onde 67 por cento da população é analfabeta e só uma minoria fala português.

Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem