As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Técnicos de saúde reúnem-se para combater paludismo
- 23-Mar-2004 - 14:11

Técnicos do sector da saúde dos Estados-membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) reúnem-se a partir de hoje na capital são-tomense para o 1º encontro sobre o paludismo.


De acordo com o ministério da saúde de São Tomé e Príncipe, o encontro visa essencialmente a identificação de estratégias comuns para o combate à doença, que constitui "um problema de saúde" para a maioria dos países da comunidade, designadamente, os do continente africano e Timor-Leste.

Além de "troca de experiência a nível das actividades de luta contra o paludismo entre os Países da CPLP", o ministério aponta ainda como objectivos específicos do encontro "a identificação das áreas de cooperação no âmbito da investigação e formação, bem como a assistência técnica".

Num documento base preparado por técnicos da saúde de São Tomé e Príncipe para o encontro, pode ler-se que "o paludismo constitui um problema de saúde na maioria dos Países da CPLP. A luta contra esta doença é obviamente um objectivo estratégico fundamental para melhorar o nível de saúde da população e reduzir impacto sócio económico negativo causado pela doença".

Além do presidente de São Tomé e Príncipe, Fradique de Menezes, o acto de abertura contará ainda com a presença do secretário executivo da CPLP, o brasileiro João Augusto de Medicis, e os representantes dos oito Estados-membros, respectivamente, de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique, Portugal, Timor Leste e São Tomé e Príncipe.

Este primeiro encontro sobre o paludismo terá a duração de três dias e enquadra-se nos objectivos da CPLP.

De acordo com dados do ministério da saúde de São Tomé, o paludismo é responsável por 4 em cada 10 mortes nos centros hospitalares do arquipélago.

A doença afecta mais de 40 mil pessoas por ano, tendo atingido 76 por cento da ocupação de camas pediátricas nos serviços de saúde, sobretudo, em crianças com menos de cinco anos.

São Tomé e Príncipe lançou em finais de Dezembro de 2003 um plano nacional de combate ao paludismo num projecto a ser financiado por Portugal Estados Unidos da América e Taiwan.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem