As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
«Autarcas cabo-verdianos têm dom para a cooperação», afirma Jorge Sampaio
- 31-Mar-2004 - 18:51

O Presidente da República de Portugal, Jorge Sampaio, destacou hoje em São Filipe, na ilha do Fogo, Cabo Verde, "a enorme apetência" dos eleitos locais cabo- verdianos para a cooperação, defendendo relações descentralizadas de Estado a Estado.


É necessário "recombinar a cooperação Estado a Estado com uma escala descentralizada", porque os eleitos locais "têm uma enorme apetência para a cooperação internacional", afirmou Sampaio, durante um discurso na Câmara de São Filipe, no terceiro dia da visita que está a realizar a Cabo Verde.

Jorge Sampaio salientou que os autarcas cabo-verdianos têm um dom para a cooperação descentralizada, que deve ser aproveitado para dar eficácia à cooperação.

O chefe de Estado português sublinhou também que "o desenvolvimento não depende da abundância de riquezas naturais, mas sim de maturidade política, do talento, da força e da qualidade das pessoas", enfatizando "o rigor e a qualidade dos líderes e governantes na administração" cabo-verdianos.

Sampaio retomou em São Filipe as referências à Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), considerando que Cabo Verde "tem sido um importante e empenhado membro".

O presidente português reafirmou na Ilha do Fogo a importância da quinta Cimeira de chefes de Estado e de governo da CPLP, a realizar em Julho, na capital são-tomense, dizendo que é "uma oportunidade de emprestar mais forte dinamismo à sua acção".

"A CPLP, uma organização ainda jovem, enraizada em verdadeiros laços de afecto e cumplicidade, dá-nos um reconfortante sentimento de pertença a uma família e esse facto tem sido interiorizado pelas sociedades civis dos países membros", disse Sampaio.

O presidente português reafirmou ainda que Portugal tem com Cabo Verde uma "relação exemplar" nos planos económico, político e na cooperação, adiantando que esta realidade deve ser alimentada diariamente para que "continuem relações sólidas e frutuosas num clima de amizade sem mácula".

Na ilha do Fogo, de onde é originária uma parte significativa da comunidade cabo-verdiana radicada em Portugal, Jorge Sampaio insistiu na necessidade de dispensar um bom acolhimento aos imigrantes.

"Queremos que os cabo-verdianos se sintam como estando em casa dos familiares e amigos e que participem na vida social, cívica, cultural e política portuguesa", destacou.

O chefe de Estado português, que iniciou segunda-feira uma visita de Estado de cinco dias a Cabo Verde, segue ainda hoje para a Ilha de São Vicente, onde permanecerá até sexta-feira, dia em que deixa o arquipélago.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem