As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Primeiro-ministro promete «mangas arregaçadas» por parte do novo Governo
- 7-Apr-2004 - 17:57

O primeiro ministro de Cabo Verde garantiu hoje, na tomada de posse de sete novos ministros e quatro secretários de Estado, que os constrangimentos do país só podem ser ultrapassados com "muita dedicação e trabalho".


José Maria Neves fez questão de afirmar, logo após a tomada de posse dos novos elementos da sua equipa, que, dados os "parcos recursos" do país, o "renovado" Governo "vai ter as mangas arregaçadas".

Como já tinha dito no passado fim-de-semana, quando a remodelação foi anunciada, coincidindo com os maus resultados nas autárquicas de 21 de Março do Partido Africano da Independência de Cabo Verde(PAICV, no poder), Neves colocou como prioridade absoluta do Governo o reforço da coesão social e o crescimento económico.

A sensivelmente metade da legislatura, José Maria Neves relança a governação com garantias de que "este é um Governo com sensibilidade social" e com uma "preocupação acrescida" com os mais desfavorecidos, apontando a questão do emprego como o fulcro das suas atenções para os próximos e últimos dois anos do mandato.

Nesta remodelação, que inclui duas trocas de pasta, entram sete novos ministros e quatro secretários de Estado.

Por seu lado, o Presidente da República, Pedro Pires, salientou, logo após ter empossado os novos governantes, que as remodelações "são actos normais" em democracia, porque "constituem um imprescindível mecanismo de reorientação ou de reforço da acção governativa".

Pires disse ainda que as mudanças na equipa de José Maria Neves devem consubstanciar uma nova capacidade de dar respostas às "novas e emergentes exigências da sociedade", considerando que este é um momento que marca o arranque de um "novo ciclo político" em Cabo Verde.

Pires deixou um recado ao Governo: "O povo cabo-verdiano, cada vez mais amadurecido politicamente, espera dos actores políticos, sendo do Governo ou da oposição, uma intervenção virtuosa, capaz de tirar partido da competição democrática", valorizando a "coesão nacional".


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem