As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Extraditados alegados traficantes ucranianos e russos
- 13-Apr-2004 - 12:47

O Supremo Tribunal de Justiça de Cabo Verde (STJ) decidiu extradir três ucranianos e dois russos presos em Outubro do ano passado, na ilha de São Vicente, por alegado envolvimento numa rede internacional de narcotráfico que actua em Espanha a partir da América do Sul, soube-se junto de fonte judicial na capital cabo-verdiana.


O Ministério Público deverá realizar as demarches burocráticas e judiciais para concretizar a extradição, a pedido das autoridades espanholas, de Eduard Ordudzvev, Kutepov Roman, Gurievsky Vasyl, Osadchy, Oleksiy e Kalinin Volodymyry.

As autoridades espanholas, uma vez notificadas do acórdão do STJ pelas autoridades cabo-verdianas, dispõem de 45 dias para remover os extraditados de Cabo Verde.

Uma semana antes da detenção dos alegados traficantes em São Vicente, numa operação conjunta entre as Polícias de Cabo-Verde e Espanha, as autoridades espanholas haviam apreendido nas Ilhas Canárias um barco com 7,5 toneladas de cocaína.

O grupo integrava também um cidadão espanhol que foi imediatamente extraditado para o seu país, a seu pedido. Os restantes cinco indivíduos, além de clamarem a sua inocência, alegam que pelo facto de serem cidadãos de um terceiro país (Rússia e Ucrânia) não devem ser extraditados para a Espanha.

A decisão do STJ vem por fim a um caso que conheceu várias peripécias, nomeadamente a realização duma greve de fome por parte dos cinco leste-europeus, em protesto contra o que consideravam como morosidade da justiça cabo-verdiana na deliberação do processo.

Na semana passada, os cinco indivíduos voltaram a ameaçar realizar uma nova greve de fome por alegadamente desconhecerem o paradeiro dos seus pertences (documentos, dinheiro e relógios)retirados pela Polícia Judiciária cabo-verdiana aquando da sua detenção.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem