As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Governo agrava impostos sobre produtos importados
- 14-May-2004 - 22:16

O Governo de Cabo Verde aprovou um agravamento acentuado dos impostos sobre produtos importados, com a finalidade de proteger a produção cabo-verdiana, disse hoje o porta-voz governamental e secretário de Estado adjunto do primeiro- ministro.


A proposta, aprovada em conselho de ministros, vai agora ser submetida à Assembleia Nacional (Parlamento) para aprovação na próxima sessão legislativa, que terá lugar até final de Maio.

A medida vem na sequência da introdução do Imposto sobre Valor Acrescentado (IVA) e consubstancia ainda a isenção dos bens de capital no sector turístico e industrial.

No sector da agricultura a lista de isenção vai ser alargada à maquinaria agrícola enquanto nas pescas estarão isentos todos os bens destinados a esta actividade.

Para além disso, o Governo propõe a isenção do imposto de consumo especial para importação, feita por emigrantes, de carros usados com até dez anos de existência.

Estas matérias vão estar em discussão na sessão legislativa de Maio, uma vez que, para fazer qualquer alteração fiscal, o Governo necessita da aprovação de dois terços dos deputados da Assembleia Nacional.

O Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), no poder, conta com uma maioria no Parlamento mas terá que negociar com o Movimento para a Democracia (MpD, maior partido da oposição) para conseguir fazer aprovar esta proposta de lei.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem