As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Governo vende propriedade nos EUA para comprar em São Tomé
- 17-May-2004 - 17:47

O governo cabo-verdiano decidiu vender uma propriedade em Washington, Estados Unidos da América, para poder comprar em São Tomé e Príncipe um edifício onde irá funcionar a embaixada, disse hoje fonte governamental.


A propriedade que vai ser colocada à venda em Washington é constituída por dois lotes de terreno, cujo valor, ainda não apurado, será definido por uma peritagem.

A aquisição destes terrenos foi feita na ocasião da instalação da embaixada cabo-verdiana nos Estados Unidos, na década de oitenta do século XX.

Segundo o porta-voz do governo e secretário de Estado-Adjunto do primeiro-ministro, João Baptista Pereira, a medida visa uma "maior racionalização do património do Estado afecto às representações diplomáticas".

Baptista Pereira deixou ainda claro que o edifício onde funciona a embaixada de Cabo Verde em Washington "não será incluído no negócio", desmentindo assim notícias da imprensa cabo-verdiana que apontavam para essa possibilidade.

"O edifício onde está instalada a embaixada não vai ser vendido porque significaria arrendar outro e porque o país não pode prescindir da embaixada nos Estados Unidos", esclareceu.

No entanto, o mesmo não sucede em Paris, França, onde o governo "pretende vender o prédio onde funciona a embaixada para se mudar para um local menos dispendioso", anunciou João Baptista Pereira.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem