As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Professores criam associação para debater questões língua portuguesa
- 21-May-2004 - 19:16

Os professores cabo- verdianos de Português criaram uma associação para debater e analisar os problemas relacionados com a utilização da língua portuguesa no arquipélago.


Esta decisão saiu do I Encontro de Professores de Língua Portuguesa, que reuniu 270 docentes oriundos das nove ilhas habitadas de Cabo Verde, e que hoje termina na Cidade da Praia.

Este I encontro foi uma iniciativa do Instituto Superior de Educação (ISE) que contou com o apoio da cooperação portuguesa.

A coordenadora do encontro, Alice Matos, explicou à Lusa que esta iniciativa visou "partilhar as experiências e discutir as dificuldades no ensino e actualizar os conhecimentos relativamente àquilo que se faz no ensino e aprendizagem do Português como segunda Língua".

O Português é a língua oficial em Cabo Verde, mas a sua utilização limita-se fundamentalmente, com excepção de algumas "elites", aos actos oficiais, sendo o crioulo a língua materna e, por isso, corrente na "rua".

Alice Matos explicou que existem várias medidas que têm que ser tomadas para melhorar o ensino da língua em Cabo Verde.

"Num contexto como o nosso, em que a língua materna, o crioulo, e a língua oficial convivem diariamente, há que tomar medidas para que a situação de baixa competência linguística dos alunos seja ultrapassada", afirmou.

Uma preocupação partilhada pelos professores de Português em todo o país.

Sílvia Ramos, docente portuguesa que trabalha há seis anos na ilha do Sal, admitiu à Lusa que está é uma preocupação constante.

"Na sala de aula sentimos que o crioulo interfere com a língua portuguesa e muitas vezes isso constitui um obstáculo para a aprendizagem, que é preciso superar", explicou.

Estiveram ainda em discussão, durante o encontro, temas como a oralidade e a textualidade, a escrita e o ensino da gramática e da leitura, para além da necessidade de formação contínua.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem