As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Ministros da educação da CPLP reúnem-se em Fortaleza, no Brasil
- 22-May-2004 - 14:15

O acordo ortográfico e a dinamização do Instituto Internacional de Língua Portuguesa (IILP) serão temas centrais da V Conferência de Ministros da Educação da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), revelou uma fonte do Itamaraty.


Terça-feira, em Fortaleza, Portugal será representado pela ministra da Ciência e do Ensino Superior, Graça Carvalho, e pelo ministro da Educação, David Justino

Estarão presentes os ministros dos oito países da CPLP - Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

A reunião, que decorrerá sob a presidência do ministro brasileiro Tarso Genro, será antecedida por reuniões preparatórias na capital cearense segunda e terça-feira.

"O governo brasileiro vai incentivar os Estados da CPLP a ratificar o acordo ortográfico, assinado em Lisboa, em Dezembro de 1990. Apenas o Brasil, Cabo Verde e Portugal já ratificaram o acordo", disse uma fonte do Itamaraty (Ministério das Relações Exteriores).

A necessidade de fortalecer o Instituto Internacional de Língua Portuguesa, considerado a berço da CPLP, será outro tema de destaque no encontro ministerial.

"Precisamos dinamizar o IILP, e um dos desafios é que o instituto trabalhe de forma mais coordenada com os órgãos da CPLP para que haja maior sintonia", disse a mesma fonte diplomática brasileira.

O IILP foi criado em 1989, em São Luís do Maranhão, aquando da primeira reunião dos chefes de Estado e de governo da CPLP.

A 21 e 22 de Junho será realizada a assembleia geral do IILP, onde será eleito para um mandato de dois anos o novo director executivo, cargo ocupado actualmente pela cabo-verdiana Ondina Ferreira.

Cabo Verde também vai ocupar a secretaria executiva da CPLP e o secretário adjunto será um português.

A eleição decorrerá na cimeira dos chefes de Estado e governo da CPLP, em Julho, em São Tomé e Príncipe.

Nas reuniões preparatórias da conferência ministerial em Fortaleza será feito um balanço do plano de actividades estabelecido na IV Conferência de Ministros da Educação da CPLP, em 2001, em Moçambique, que inclui avaliação e estatísticas educacionais, ensino à distância, ensino técnico profissionalizante, literatura e história.

Por solicitação do Ministério da Ciência e do Ensino Superior de Portugal será debatido também o espaço do ensino superior nos países da CPLP.

De acordo com o Ministério da Educação do Brasil, serão discutidos ainda programas de cooperação, acções que contribuam para elevar o nível educacional dos membros da Comunidade e projectos que possam reduzir a exclusão social, a pobreza e o analfabetismo.

Uma das propostas a ser apresentada é a criação de um grupo de trabalho na área de educação, com representantes de todos os países, que deverão reunir-se pelo menos uma vez por semestre para acompanhar o programa estabelecido.

Os especialistas em educação da CPLP vão analisar também as propostas da Conferência de Dacar, realizada no Senegal, em 2000, que estabeleceu metas mundiais de Educação até 2015.

Paralelamente à agenda do encontro, o Brasil vai apresentar programas e kits de materiais explicativos sobre experiências em educação no Brasil, como o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef) e bolsas de graduação e pós-graduação.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem