As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Actividades recreativas assinalam Dia Internacional da Criança
- 31-May-2004 - 19:32

A realização de uma série de actividades lúdicas programas pela primeira-dama da Guiné-Bissau a apresentação de um documento intitulado "Agenda Política para a Infância e Adolescência" assinalam terça-feira no país o Dia Internacional da Criança.


A iniciativa de Maria Rosa do Robalo Rosa, mulher do chefe de Estado guineense, Henrique Rosa, conta a com a participação directa de três organizações não governamentais (ONG) - Raízes, Rede de Apoio (RA) e "Nimba" - que constituem o chamado "núcleo de apoio" a seu gabinete.

Durante seis dias, de 01 a 06 de Junho, o núcleo vai levar a cabo actividades educativas, recreativas, ambas lúdicas, a favor das crianças guineenses na praça dos Heróis Nacionais (antiga Praça do Império), em pleno centro de Bissau, disse à Agência Lusa fonte da organização.

Jogos, debates sob a temática especifica da criança guineense, projecção de vídeos tendo a criança no centro das atenções, "ateliers" de desenho e pintura são, entre outras, as iniciativas que vão preencher os seis dias de actividades, precisou a fonte.

Ainda no quadro do Dia Internacional da Criança, a "Plan Internacional", outra ONG que se dedica à causa dos menores na Guiné-Bissau, vai dar início a uma campanha de registo civil das crianças, disse fonte da organização que tem a sede em Londres, Reino Unido.

A campanha, que decorre de 07 a 27 de Junho, vai ser precedida de uma outra, a iniciar no próprio Dia Internacional da Criança e já divulgada em todos os órgãos de comunicação social de Bissau, com a intenção de sensibilizar pais e encarregados de educação para a importância do registo civil dos menores.

Em 2001, segundo o Inquérito aos Indicadores Múltiplos do Governo, abreviada na sigla inglesa MICS, financiado pelo "bureau" do UNICEF na Guiné-Bissau, cerca de 57,9 por cento das crianças até aos cinco anos estão por registar e, por isso, "não existem" à luz da lei, pelo que não beneficiam dos cuidados básicos da saúde e educação do Estado.

A nível oficial, o Dia Internacional da Criança será marcado com a apresentação pública, num dos hotéis de Bissau, da chamada "Agenda Política para a Infância e Adolescência na Guiné- Bissau".

Elaborado conjuntamente pelo Instituto da Mulher e Criança (IMC) da Guiné-Bissau e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), o documento tem o "total apoio" do novo presidente da Assembleia Nacional Popular (ANP, parlamento), Francisco Benante, que deverá presidir à cerimónia.

Além de Francisco Benante, vão também proferir discursos alusivos ao lançamento da "Agenda" a nova ministra da Solidariedade Social, da Família e Luta contra a Pobreza, Eugénia Saldanha, o presidente do Parlamento Infantil da Guiné-Bissau, Halen Napoco, e representante residente do UNICEF, o brasileiro Sérgio Guimarães.

Depois dos discursos seguir-se-á uma sessão de perguntas e respostas sobre o documento, em que as crianças presentes na sala vão ouvir dos mais velhos o que pensam fazer para a melhoria das suas condições de vida.

A "Agenda Política" é, no essencial, um documento orientador das grandes políticas que devem ser materializados a favor das crianças da Guiné-Bissau, tendo como horizonte os próximos dez anos.

Para o efeito, o IMC, a Associação dos Amigos das Crianças (AMIC) e o UNICEF levaram os 25 os líderes dos partidos políticos legalizados no país a assumir o compromisso de respeitar tudo o que estiver programado na "Agenda", caso assumam o poder.

O compromisso foi rubricado dias antes do início da campanha eleitoral para as legislativas de Março último, das quais saiu vencedor o Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC).


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem