As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Governo nega existência de casos de febre amarela
- 5-Jun-2004 - 17:29

O governo cabo-verdiano desmentiu a existência de casos de febre amarela no país, contrariando a Organização Mundial de Saúde (OMS) que inclui o arquipélago na lista dos países afectados pela doença.


O ministro cabo-verdiano da Saúde, Basílio Ramos disse que ao tomar conhecimento da inclusão de Cabo Verde nesta lista, o governo manifestou a sua estranheza junto da representação da OMS na Praia, uma vez que há mais de 100 anos que a febre amarela foi erradicada do arquipélago.

Basílio Ramos anunciou que recebeu garantias da representação da OMS que essa estrutura vai de imediato contactar a sede da organização em Genebra (Suíça) para que o equívoco seja esclarecido o mais depressa possível, uma vez que o facto de Cabo Verde estar incluído na lista dos países afectados pela febre amarela pode trazer graves prejuízos ao país.

A alegada existência de casos de febre amarela em Cabo Verde começou já a ter repercusões negativas.

O voo da companhia aérea cabo-verdiana "TACV" que devia partir hoje à noite da ilha do Sal para Fortaleza (Brasil) foi cancelado porque as autoridades brasileiras informaram a transportada que doravante será exigido um certificado de vacina contra a doença aos passageiros vindos do arquipélago, noticiou a Rádio Nacional.

No entanto, as autoridades cabo-verdianas esperam que a situação seja ultrapassada na próxima semana, quando a OMS apurar que Cabo Verde está livre da febre amarela.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem