As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
FMI elogia programa económico e concede apoios
- 17-Dec-2002 - 8:41

O Fundo Monetário Internacional (FMI) teceu rasgados elogios ao programa económico de Cabo Verde e concedeu-lhe 1,65 milhões de euros no âmbito de um programa de ajuda.

O programa de Redução da Pobreza e Crescimento foi acordado em Abril deste ano, por um período de três anos, no valor total de 11,6 milhões de euros.

Os fundos serão entregues em prestações, caso Cabo Verde cumpra todos os requisitos económicos do programa, como aconteceu até agora.

Depois de uma reunião da comissão de direção do FMI, na segunda-feira, o vice-director executivo interino, Eduardo Aninat, emitiu uma declaração em que afirma que as autoridades de Cabo Verde «devem ser saudadas por terem alcançado um progresso significativo na estabilização das finanças públicas, regularização dos atrasos nos pagamentos de dívidas externas e domésticas, na reconstrução das reservas internacionais e por terem continuado com a sua agenda de reformas estruturais».

«O crescimento económico em 2002 é melhor que o projectado, a inflação é mais baixa e a performance fiscal e acumulação de reservas internacionais excederam os objectivos por margens substanciais», salienta Aninat na sua declaração.

O dirigente do FMI considerou «apropriado» o plano do governo de gradualmente reduzir as taxas de juro para incentivar o investimento do sector privado, mas alertou que tal plano deve ser aplicado «cautelosamente», tendo em conta «o fortalecimento do nível de reservas internacionais» e o apoio «de políticas fiscais suficientemente apertadas».

O Fundo Monetário Internacional classificou como um «sucesso notável na área estrutural a nova lei do banco central, a liquidação de duas empresas públicas que causavam prejuízos e a aplicação iminente de um mecanismo de ajustamento automático dos preços domésticos do petróleo».

«A introdução a tempo do imposto do valor acrescentado e novas tarifas aduaneiras serão essenciais para assegurar uma base fiscal viva e fortalecer a competitividade das exportações», diz o texto.

O vice-director executivo interino do FMI disse ainda que «tendo em conta os desenvolvimentos favoráveis no turismo e no ambiente comercial de Cabo Verde», as perspectivas económicas para 2003 «permanecem boas» e um crescimento económico de 5% «parece ser alcançável».

«Políticas monetárias e fiscais prudentes, o contínuo apoio de doadores e a aplicação firme de reformas estruturais para aumentar a produtividade, serão a chave para assegurar as perspectivas de crescimento sustentado e redução de pobreza», concluiu Eduardo Aninat.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem