As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Computador «made in» Praia pode ser realidade em breve
- 28-Jun-2004 - 14:49

A empresa Electro-Aris pretende instalar, na Achada Grande, zona industrial da cidade da Praia, uma linha de montagem de computadores em parceria com a China, graças a um protocolo assinado, em Outubro passado, em Macau.


O administrador da empresa, Aristides Dias, revelou a “P14 que neste momento ultimam-se os pormenores, como o estudo do mercado, para fechar o processo a ser remetido à China para apreciação e ulterior decisão.

“Pensamos arrancar com esta iniciativa em 2005. Vai baixar, significativamente, o custo do computador e UPS”, declarou Dias, confiante no projecto, já que 15% do produto, montado na Praia, será consumido em Cabo Verde e o restante exportado para a costa ocidental do continente africano.

A Electro-Aris, uma sociedade unipessoal com capital social cabo-verdiano calculado em cinco mil contos, vai por outro lado investir cerca de 25 mil contos na construção de raiz de uma sede e loja. O projecto financeiro da nova sede da empresa já foi aprovado pelo banco e aguarda-se, de momento, que o terreno seja colocado em nome da empresa para iniciar a obra, provavelmente, dentro de dois meses. Prevê-se que a mesma seja concluída num período de 10 meses.

“O futuro é risonho desde que a economia do país o permita e estamos empenhados em procurar outros parceiros, principalmente, se o projecto com a China falhar”, referiu Aristides Dias.

A Electro-Aris foi criada em 2000 e resulta do querer deste jovem empresário formado em electrónica e com ambição de colocar ao serviço dos cabo-verdianos uma empresa competitiva e de qualidade. A empresa ganhou nova dimensão quando, no ano passado, procedeu ao lançamento dos produtos da multinacional italiana Olivetti, de que é representante.

A empresa representa também no território nacional a empresa portuguesa "A Beltrónica" e tem na forja uma nova representação, desta feita, a nível de computadores e para a conhecida City-Desk.


Fonte: Paralelo 14/António Tavares


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem