As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Independência nacional assente em progressos e ganhos
- 5-Jul-2004 - 21:18


“Reputo que todos devemos reconhecer que muitos são os progressos e os ganhos que ela (a independência) rendeu e tem rendido a Cabo Verde. Ouso mesmo dizer que a independência será, porventura, a mais maravilhosa das realizações do Homem cabo-verdiano, pois abriu-nos, a nós que havíamos nascido num arquipélago marginalizado, explorado e subalternizado, as portas de um futuro pleno de possibilidades", afirmou hoje o presidente da República, Pedro Pires.


O presidente acrescentou que "neste sentido, o 5 de Julho de 1975 não foi apenas o simples desembaraçar de uma relação colonial, como se sabe pouco interessada na sorte e bem-estar dos cabo-verdianos. Foi muito mais! Com efeito, constituiu a aquisição de um instrumento com o qual construímos, e haveremos ainda de construir, sucessivas soluções para os problemas que a realização dos nossos anseios colectivos foram construindo”.

Palavras do presidente da República, Pedro Pires, por altura da cerimónia oficial de comemoração do 29 aniversário da independência nacional. Uma cerimónia cujas actividades centraram-se no Palácio da Assembleia Nacional, esta manhã.

Ainda no seu discurso, o presidente destacou as “vitórias notáveis” deste jovem país neste percurso de 29 anos. Conquistas assentes em “ideias basilares como a dignidade, igualdade e confiança”, esta relevada nas “capacidades criadoras do povo cabo-verdiano para enfrentar os desafios que a sobrevivência colectiva coloca”.

E, quando completa 29 anos de vida, a capacidade criadora do cabo-verdiano é, novamente, colocada à prova. Com a conquista do Millenium Challenge e a nova classificação como país de desenvolvimento médio, algo que é, segundo o presidente da Assembleia Nacional, “uma prova do reconhecimento do esforço de Cabo Verde, mas igualmente, uma proposta de cooperação para atingir objectivos compartilhados pela comunidade internacional, significando, igualmente, uma responsabilidade para os poderes públicos cabo-verdianos, que não devem esquecer que o desenvolvimento é e será sempre, antes de mais, um produto de elaboração externa”, a realidade mostra que, pá diante é qui é caminho.

Um caminho que, para além de significar uma viragem social e económica “oferece, de um lado, perspectivas novas de futuro, de outro lado, exige, novo empenhamento e novo ritmo, na decisão e na execução, requer, enfim, uma nova forma de estar e uma atitude comprometida no quotidiano e na vida”, nas palavras do Presidente da República, Pedro Pires.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem