As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Lula da Silva aposta forte na exploração do petróleo
- 26-Jul-2004 - 19:51


Embora tenha ficado de fora da primeira licitação para o início da exploração de petróleo, o Brasil vai assinar um protocolo de cooperação tecnocientífica na área petrolífera com São Tomé e Príncipe, durante a participação do Presidente Luís Inácio Lula da Silva na V Cimeira da CPLP.


S. Tomé está neste momento a licenciar blocos para a exploração, sendo já certas a participação das empresas americanas Exxon Móbil e a Chevron Texaco.

Brevemente, a fazer fé nas declarações do Presidente Fradique de Menezes, far-se-ão licitações de mais blocos, e o Brasil será um sério concorrente dos americanos, nigerianos, franceses, angolanos e portugueses, que já se mostraram interessados.

“O Presidente são-tomense já disse ao presidente Lula em Novembro e em entrevistas nos últimos dias que gostaria de ver a Petrobras participando das licitações para explorar petróleo no país,” diz na sua edição de segunda-feira o jornal brasileiro “Folha de S. Paulo”.

Para já, a Agência Nacional de Petróleo do Brasil vai ajudar São Tomé e Príncipe a regulamentar o sector, e o Presidente Lula vai anunciar nesta segunda-feira a afectação de 650 mil dólares para que isso aconteça.

“Mas o interesse manifestado por empresas estatais chinesas em se associarem à Petrobras para explorar o Golfo da Guiné – revela a “Folha” – reacende em São Tomé as esperanças de ver a empresa brasileira actuando no país”.

O potencial petrolífero do Golfo da Guiné é calculado em cinco bilhões de barris.

Além de doar 500 mil dólares para ajudar na preparação da V Conferência dos Chefes de Estado e de Governo da CPLP, Lula da Silva vai ainda afectar montante igual a projectos nas áreas da saúde, educação, desporto e agricultura em S. Tomé.

Aliás, pela primeira vez, o Brasil tem uma participação destacada numa cimeira da CPLP, confirmando a África como área prioritária da política externa brasileira, sobretudo os países de língua portuguesa. É que o Brasil conta com o apoio da CPLP na sua pretensão a uma futura vaga de membro permanente do Conselho de Segurança da ONU.

Outra visita oficial de Lula da Silva que indicia o olhar sobre a “agenda petróleo” é aquela que o Chefe de Estado brasileiro fará ao Gabão, antes de aterrar em Cabo Verde, na terça-feira.

O interesse pelo Gabão é abertamente económico. A Companhia Vale do Rio Doce já tem um grande investimento nesse país. Daqui a três anos, quando o projecto estiver em operação, deve dobrar a produção de manganésio do Gabão e torná-lo líder mundial na exportação desse minério.

O país também tem importantes jazidas de minério de ferro e bauxita. O Gabão é membro da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC), um mercado de 118 milhões de habitantes.

Governo electrónico, telecentro na Biblioteca Nacional, perdão da dívida, projectos de educação e saúde, a Ordem de Mérito de 1º Grau Amílcar Cabral, o discurso enaltecendo a figura do Fundador da Nacionalidade e os empresários que fazem parte da delegação, tudo leva crer que, em Cabo Verde, Lula da Silva indagará sobre o “dossier petróleo”, cuja existência foi confirmada por José Maria Neves no ano passado.

Não passará também despercebida para a Petrobras, a maior petrolífera brasileira, que nas águas profundas da zona económica exclusiva de Cabo Verde, na linha fronteiriça entre o arquipélago, a Mauritânia e o Senegal, a existência do crude é quase uma certeza. Pelo menos, é o que se propala em Nuaquechote, em Houston e em Londres…

Fonte: Paralelo 14


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem