As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
China vai construir novo Palácio do Governo em Bissau
- 14-Aug-2004 - 0:30


A China vai construir em Bissau um novo Palácio do Governo guineense, edifício de seis andares que albergará todos os departamentos governamentais, actualmente dispersos por Bissau, obra que será executada a partir de 2005 e concluída em 2006.


O acordo com esse fim foi assinado na capital guineense pelo ministro dos Negócios Estrangeiros da Guiné-Bissau, Soares Sambu, e pelo embaixador da China em Bissau, Tiang Huang Feng, estando prevista para os próximos dias a chegada de uma comissão técnica chinesa para efectuar os primeiros estudos.

Tanto o local como o custo total da obra ficarão definidos depois da visita da comissão, tendo ficado já garantido que o edifício se situará no centro da capital guineense.

Actualmente, a "Primatura", nome por que é conhecido o gabinete do primeiro-ministro, situa-se na Praça dos Heróis Nacionais, defronte do parcialmente destruído Palácio Presidencial, e da sede nacional do Partido Africano para a Independência da Guiné e cabo Verde (PAIGC, no poder).

O edifício da "Primatura" foi restaurado para poder albergar o gabinete do chefe do executivo, bem como o Ministério da Presidência do Conselho de Ministros, Assuntos Parlamentares e Comunicação Social, mas o seu espaço tem-se revelado exíguo.

Os restantes ministérios estão dispersos por Bissau e num estado avançado de degradação, sendo ainda frequentes os cortes de energia e de água.

O novo Palácio do Governo, disse à Agência Lusa fonte governamental, contará já com todos os equipamentos necessários para evitar falhas eléctricas e de distribuição de água e também com avançado sistema de segurança interno.

No âmbito das infra-estruturas, trata-se do segundo investimento de vulto feito pela China na Guiné-Bissau, após o iniciado a 27 de Novembro de 2003, quando começou a construção da nova sede da Assembleia Nacional Popular (ANP, Parlamento).

Situado no Alto Crim (também conhecido por "Mãe d+Água"), próximo do centro de Bissau, o edifício deverá estar concluído até Dezembro deste ano, estando já na fase final de construção.

A área da nova sede do Parlamento, orçada em cinco milhões de euros, é equivalente à de um campo de futebol e contará com três blocos, um deles central e circular, onde se situará o hemiciclo para os 102 deputados, e duas alas laterais, destinadas aos diferentes grupos parlamentares e serviços administrativos.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem