As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Greve paralisa principal porto do arquipélago, na Cidade da Praia
- 6-Sep-2004 - 19:56


Os trabalhadores portuários da Cidade da Praia entraram hoje em greve, exigindo o pagamento integral do subsídio de férias e um aumento salarial de três por cento.


O Sindicato da Indústria Geral, Alimentação, Construção, Agricultura e afins (SIACSA), justifica a greve com a ausência de uma resposta da entidade patronal às exigências feitas pelos trabalhadores.

"Entregámos o pré-aviso de greve e não obtivémos qualquer resposta", acusa o SIACSA, adiantando que "a solução foi manter a decisão e partir para a paralisação".

O sindicato diz-se, no entanto, "na disposição de se sentar à mesa das negociações para encontrar uma saída que satisfaça as partes".

Segundo o director substituto do Porto da Praia, Lisandro Borges, está agendada para quarta-feira uma reunião para discutir a questão.

Lisandro Borges explicou, no entanto, que o sindicato pediu um aumento de três por cento, montante que "não é possível ser satisfeito" já que o Governo "atribuiu apenas um por cento à função pública e às empresas, mais o prémio de produtividade".

A paralisação da principal estrutura portuária de Cabo Verde tem um impacto significativo na economia do país tendo em conta que a esmagadora maioria dos bens consumidos no arquipélago são importados e a via marítima é o meio de transporte mais utilizado.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem