As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Encontro de empresários de Cabo Verde e Ceará gera 2 milhões de euros
- 16-Sep-2004 - 14:14


O encontro de empresários cabo-verdianos e brasileiros, que terminou hoje em Fortaleza, vai gerar negócios de cerca de 2,5 milhões de dólares (2 milhões de euros), disse hoje o cônsul de Cabo Verde em São Paulo.


Aguinaldo Rocha, que está a acompanhar as rondas negociais na capital cearense, disse que os negócios foram impulsionados por contratos de exportação de 3000 toneladas de produtos siderúrgicos da Gerdau para o arquipélago africano.

O Grupo Gerdau é o maior produtor de aços longos no continente americano, com centrais siderúrgicas no Brasil, Argentina, Canadá, Chile, Estados Unidos e Uruguai.

Participaram do encontro em Fortaleza, que se prolongou por três dias, mais de 100 empresas, sendo 24 de Cabo Verde, nomeadamente dos sectores da construção civil, confecções, utilidades domésticas e alimentação.

Duas empresas senegalesas também estiveram representadas, o que revela, segundo Aguinaldo Rocha, que "Cabo Verde pode se tornar um entreposto para mandar produtos brasileiros para a costa ocidental africana, especialmente para o Senegal".

"O barómetro para ver o crescimento do comércio entre Cabo Verde e Brasil são as linhas marítimas. Hoje há duas companhias que fazem a rota e agora os portugueses também estão interessados em explorar a ligação", afirmou o cônsul cabo-verdiano.

Agnaldo Rocha lembrou que a companhia Portline, 100 por cento portuguesa, e a Cabomundo, luso-caboverdiana, já manifestaram o seu interesse em explorar a rota devido ao aumento significativo das exportações brasileiras para Cabo Verde.

Actualmente, a ligação marítima entre os dois países é feita pela Atlantic Shipping Company, de bandeira norte-americana e propriedade de um cabo-verdiano, que começou a operar no final do ano passado, e, mais recentemente, também pela Polar, de Cabo Verde.

O objectivo da Atlantic Shipping é efectuar, a partir de 2005, duas ligações mensais com o Brasil em vez de uma como actualmente.

"Aposto que as exportações do Brasil para Cabo Verde devem chegar a 20 milhões de dólares (16,3 milhões de euros) até o final de 2004", garantiu o cônsul Aguinaldo Rocha.

Dados do governo brasileiro mostram que o comércio entre os dois países movimentou sete milhões de dólares (5,7 milhões de euros) de Janeiro a Julho deste ano, com exportações para Cabo Verde de 6,9 milhões de dólares e importações de apenas 23 milhões de dólares.

Empresários cearenses afirmam que o preço do frete ainda inibe os negócios com os cabo-verdianos e estão certos de que, resolvida esta questão, o crescimento será ainda mais expressivo.

No primeiro semestre deste ano, o Estado do Ceará, que pretende se firmar como a principal ligação a Cabo Verde e ao continente africano, exportou cerca de 650 mil dólares (530 mil euros) para o arquipélago africano, enquanto em todo o ano passado as vendas foram de 568 mil dólares.

"Saltamos da sétima para a quarta posição no ranking dos Estados brasileiros que exportam para Cabo Verde", afirmou o superintendente do Centro Internacional de Negócios da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), Eduardo Bezerra Neto.

O segundo encontro de negócios entre Brasil e Cabo Verde (o primeiro ocorreu no ano passado) é promovido pelo governo do Ceará e pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), com o apoio da Atlantic Shipping.

De acordo com o superintendente do Sebrae-CE, Sérgio Alcântara, uma missão de 40 empresários brasileiros desloca-se em Outubro à cidade da Praia, capital de Cabo Verde, e depois a Dakar, no Senegal.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem