As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Partido de Francisco Fadul expulsa oito deputados
- 22-Sep-2004 - 19:00


Oito deputados do grupo parlamentar do Partido Unido Social-Democrata (PUSD) da Guiné- Bissau foram expulsos desta formação política liderada por Francisco Fadul, segundo comunicado hoje distribuído em Bissau pela referida organização.


No documento, a direcção do PUSD informa que os deputados Adramane Baldé, Herry Camará, Maria da Conceição Vaz, Basílio Valú, Ussumane Cissé, Alcina Mónica da Silva, Casimiro Monteiro e Tumani Camará foram expulsos do partido.

Entre os expulsos Tumani Camará era a figura mais destacada por ser secretário nacional adjunto do PUSD.

Os oito parlamentares foram expulsos do terceiro partido mais importante da Guiné-Bissau por alegados comportamentos que põem em causa a disciplina partidária.

Segundo o comunicado, os factos que estiveram na tomada desta decisão prendem-se com o posicionamento favorável que os oito parlamentares tiveram aquando da votação do programa do governo do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC, no poder), em Junho passado.

O comunicado do PUSD sustenta que os deputados agora expulsos não obedeceram a disciplina do partido ao votarem favoravelmente o governo do PAIGC, quando dias antes haviam dito aos órgãos internos que estavam solidários com a decisão de "chumbar" o documento.

Na altura e questionado pela Agência Lusa, Francisco Fadul prometeu que seriam averiguadas as informações sobre subornos a elementos da bancada parlamentar do PUSD, que terão levado dez dos 17 parlamentares do partido a votar favoravelmente o programa do governo.

Segundo o comunicado, os oito deputados agora expulsos do PUSD tentaram com a sua atitude "minar a coesão" interna do partido através de "comportamentos subversivos" enquanto decorriam os processos disciplinares.

Como consequência imediata desta expulsão, a direcção do partido de Francisco Fadul pediu à mesa da Assembleia Nacional Popular (ANP, Parlamento) que proceda a substituição dos oito deputados expulsos de todas os cargos que haviam ocupado tanto nas comissões especializadas, no conselho de administração do órgão como nos parlamentos comunitários a nível da sub-região.

Por outro lado, o comunicado do PUSD dá conta da suspensão de cinco deputados de todas as actividades do partido: Ansumane Sissé, Adjam Camará, Calilo Canté, Demba Buaró e Luísa Gomes.

Contactado pela Lusa, Francisco Fadul escusou-se a comentar a decisão de expulsão e de suspensão aplicada aos deputados, alegando não estar "mandatado pelo partido" para falar do assunto.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem