As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
«Golpe militar visava o Presidente Henrique Rosa», afirma jornal cabo-verdiano
- 7-Oct-2004 - 19:19


A “quartelada” que resultou na morte do chefe do Estado-Maior-General da Guiné-Bissau, general Veríssimo Seabra, e do chefe de Informações das FA, coronel Domingos Barros, deveria ter acontecido na sexta-feira e destinava-se a prender o Chefe de Estado, Henrique Rosa, no seu regresso de Nova Iorque, onde tinha participado na Assembleia-Geral das Nações Unidas, escreve o “P14”.


O vice-chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas, major-general Emílio Costa, e o chefe do Estado-Maior da Armada, contra-almirante Quirino Spencer, estariam, segundo informação não confirmada, refugiados na embaixada de Portugal em Bissau, enquanto o chefe do Estado-Maior do Exército, major-general Watna Na Lai, dado ontem como possivelmente morto, estaria entre a sua etnia balanta.

Veríssimo Seabra, que estava no Gana, teria sido avisado a partir de Gâmbia e regressado imediatamente ao país para tentar serenar as coisas com a sua autoridade pessoal. Mas a situação era de tal maneira grave que, na segunda-feira à noite, já era discutida abertamente em Cabo Verde, no Poeta. As autoridades portuguesas estariam igualmente a par da situação grave que se desenhava.

A sublevação teria começado a ganhar forma em Fevereiro passado, quando forças do Movimento das Forças Democráticas de Casamansa (MFDC), que luta há mais de duas décadas pela secessão daquela província do Sul do Senegal, atacaram o quartel de Mansoa, no Norte, aparentemente em represália pela morte do general Ansumane Mané, gambiano e líder da guerra civil contra Nino Vieira, morto em circunstâncias obscuras durante o consulado de Kumba Ialá. As nossas fontes admitem que possa haver novas movimentações militares dessas forças.

O Governo guineense criou, entretanto, nesta quinta-feira, uma "célula de crise" para negociar "uma solução pacífica e sem derramamento de sangue" para a revolta militar.

A comissão é liderada pelo próprio primeiro-ministro, Carlos Gomes Júnior, e integra sete ministros e dois conselheiros do chefe do Executivo.

A "célula de crise" ia-se reunir nesta quinta à tarde "apenas e só" com os "cabecilhas" dos militares revoltosos, cujo nome não foi ainda adiantado, disse uma fonte governamental.

Em Cabo Verde, o primeiro-ministro anunciou que o Governo vai enviar a Bissau, na sexta-feira, 8, uma forte delegação ministerial com o objectivo de discutir e delinear com as autoridades políticas e militares a forma como poderá ajudar. José Maria Neves salientou que há um aproveitamento político da crise e do incidente, mas escusou-se a especificar de que tipo se trata, “para não se imiscuir nas questões internas” de Bissau.

Ainda na Praia, um elemento próximo duma das sensibilidades que estarão por detrás do golpe disse a “P14”: “Henrique Rosa e Cadogo (Carlos Gomes Júnior, primeiro-ministro) fariam melhor se saíssem pelo seu pé”.

Fonte: Paralelo14/Manuel Delgado


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem