As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
CPLP envia missão não-armada para apoiar estabilização do país
- 1-Nov-2004 - 19:09


A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) vai enviar uma missão "de sensibilização" não- armada, com carácter de urgência, para colaborar com as autoridades da Guiné-Bissau na estabilização do país.


A decisão foi tomada hoje numa reunião extraordinária do Conselho de Ministros dos oito países que integram CPLP (Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste) para discutir a situação da Guiné-Bissau.

"A CPLP aprovou o envio de uma missão de sensibilização político- militar, integrando membros de Angola, Cabo Verde e Moçambique, mas aberta à participação de todos", anunciou em conferência de imprensa o ministro dos Negócios Estrangeiros são tomense, Ovídeo Pequeno.

O objectivo, segundo a declaração que o Conselho de ministros da CPLP hoje aprovou, é colaborar com as autoridades da Guiné-Bissau, entidades militares, forças políticas e sociedade civil e dar "assistência à estabilização democrática da vida do país".

O ministro dos Negócios Estrangeiros português, António Monteiro, também presente na reunião, afirmou que Portugal vai integrar igualmente esta missão.

O secretário-executivo da CPLP, Luís Fonseca, referiu que a missão é composta por um grupo pequeno, constituído por militares e civis que irá, durante alguns meses, contactar com várias entidades no sentido de criar um maior sentimento de unidade e coesão nacional.

Questionado sobre os atrasos no pagamento dos ordenados dos militares, que estiveram na origem da sublevação do passado dia 06 de Outubro de que resultou a morte do Chefe de Estado-Maior General das Forças Armadas e do porta-voz do Estado-Maior, Luís Fonseca disse que parte dos fundos necessários está já disponível e alguns pagamentos já foram efectuados.

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Guiné-Bissau acrescentou que foi feita a regularização dos salários do contingente militar que prestou serviço na Libéria.

Na sequência da reunião de hoje, o conselho de ministros da CPLP deliberou ainda "mobilizar esforços para reforçar o auxílio internacional ao desenvolvimento da Guiné-Bissau" e estabelecer uma representação temporária neste país.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem