As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Bissau vai propor à UA Secretariado Permanente para as Mulheres
- 19-Nov-2004 - 19:40


A Guiné-Bissau vai propor a criação de um Secretariado Permanente para as Mulheres junto da União Africana (UA), de modo a garantir condições para que as mulheres tenham um maior acesso aos centros de decisão em África.


Em declarações à Agência Lusa, a presidente da Rede das Mulheres Ministras e Parlamentares da Guiné-Bissau, Henriqueta Godinho Gomes, indicou que essa é uma lacuna no actual panorama africano, onde são poucas ou nenhumas as mulheres nos centros de decisão política.

A proposta, acrescentou, vai ser apresentada pela Guiné-Bissau na VI Conferência Regional da Rede das Mulheres Ministras e Parlamentares de África, que começa segunda-feira em Libreville, Gabão, sob o lema "Pôr Fim à Violência Baseada no Género".

Henriqueta Godinho Gomes, que integra a delegação de seis membros guineenses à conferência, chefiada pela ministra da Solidariedade Social, Família e Luta contra a Pobreza, Eugénia Saldanha, adiantou que, no actual panorama político africano, as mulheres constituem uma "mais valia" para a consolidação da paz e democracia no continente.

Por outro lado, adiantou, a Guiné-Bissau vai também propor na reunião que Bissau acolha a VII Conferência da organização, a realizar em 2006, bem como uma outra reunião internacional, em 2005, destinada a debater "O Papel da Mulher na Consolidação da Democracia e da Paz em África".

Actualmente, a presidência da Rede está nas mãos de Cabo Verde, que a passará, a partir da próxima conferência e até 2006, para as do Gabão.

A Guiné-Bissau conta com cinco mulheres no actual executivo - além de Eugénia Saldanha, o governo integra também as ministras Odete Semedo (Saúde) e Helena Embaló (Pescas) e as secretárias de Estado Isabel Buscardiny (Combatentes da Liberdade da Pátria) e Lurdes Vaz (Turismo).

Por seu lado, no parlamento guineense as mulheres constituem 14 por cento dos deputados.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem