As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Jorge Sampaio entre os Chefes de Estado envolvidos em campanha da CPLP
- 30-Nov-2004 - 17:36


O Presidente da República, Jorge Sampaio, é um dos oito Chefes de Estado envolvidos numa campanha publicitária de prevenção e luta contra a sida que arranca quarta- feira nas televisões de todos os países de língua portuguesa.


Organizada pela Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) após uma sugestão do próprio Jorge Sampaio, a campanha começa com a difusão de um "spot" publicitário em todas as televisões de expressão portuguesa.

No "spot", que terá a duração de cerca de um minuto, participam os Chefes de Estado de todos os oito países de língua portuguesa, com uma breve frase de alerta para o problema do VIH/SIDA.

"Preste atenção, se quiser proteger-se seriamente contra o HIV/SIDA informe-se bem como a doença se transmite", é a breve mensagem de Jorge Sampaio no "spot" em que participam também os Presidentes de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Com introdução do actor Diogo Infante, o filme começa com imagens genéricas do planeta Terra, passando de seguida a abordar zonas de países europeus e africanos que espelham felicidade, alegria, convívio e harmonia.

Em "voz off", Diogo Infante lembra que "o VIH/SIDA é um problema que afecta a população de todo o mundo, não olhando a raças ou religiões".

"Mas temos que aprender a viver com ele, prevenindo e ajudando aqueles que mais sofrem", continua Diogo Infante, antes de começar a sequência de frases dos Chefes de Estado dos oito países da CPLP.

O Presidente angolano, José Eduardo dos Santos, é o primeiro dos Chefes de Estado a aparecer no "spot" publicitário - "O VIH/SIDA é uma das mais graves ameaças no nosso tempo", é a sua mensagem - sendo o último o Chefe de Estado de Timor-Leste, Xanana Gusmão, com a frase: "A CPLP pode ajudar. Estamos solidários nesta luta".

O "spot", realizado pela agência Strat a custo zero, segundo disse à Agência Lusa uma fonte do Palácio de Belém, termina com uma breve frase de Diogo Infante: "Juntos contra o VIH/SIDA! Contamos consigo".

Composta por três fases, a campanha publicitária foi sugerida por Jorge Sampaio na cimeira da CPLP realizada no Brasil em 2002, e concretizada já em 2004, na reunião da mesma comunidade efectuada em S. Tomé e Príncipe, acrescentou a fonte de Belém.

A ideia adoptada pela CPLP foi não só a de realizar mais uma campanha de prevenção e luta contra a sida, mas a de dar "um sinal político sobre a importância que é atribuída a esta matéria ao mais alto nível".

A cimeira de S. Tomé foi, aliás, aproveitada para os Chefes de Estado gravarem as mensagens a incluir no "spot" publicitário.

Na quarta-feira, avança apenas a parte televisiva da campanha, que está dividida em três fases.

A segunda fase consiste na difusão de pequenos diálogos radiofónicos, especificamente virados para África, em que são dadas informações sobre o problema do VIH/SIDA a vários níveis.

As tatuagens, utilização de agulhas, uso de preservativos, a gravidez e a forma de transmissão ou não transmissão serão as questões abordadas nos diálogos radiofónicos que não vão passar em Portugal.

A terceira fase pretende passar as mensagens em cartazes de rua em que aparecem figuras públicas de cada país a alertar para o problema do VIH/SIDA.

O secretário executivo da CPLP, Luís Fonseca, salientou à Agência Lusa que esta campanha visa "combater o flagelo da sida através da educação dos cidadãos".

"Vamos sensibilizar os nossos povos para o combate à sida, que é uma barreira para o desenvolvimento", acrescentou.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem