As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Centro Cultural Português promove cinema ao ar livre em Bissau
- 2-Dec-2004 - 14:31


O Centro Cultural Português (CCP) de Bissau promove a partir de sábado um ciclo de cinema ao ar livre em pleno coração da capital guineense, uma iniciativa inédita que conta com a colaboração da Câmara local.


Em declarações à agência Lusa, o director do CCP de Bissau, Luís Mendes Machado, destacou o facto de, pela primeira vez, milhares de guineenses poderem ver cinema num ecrã gigante, uma vez que a cidade não dispõe de uma única sala de exibição.

Ao longo dos três próximos sábados (dias 04, 11 e 18 de Dezembro), serão exibidos outros tantos filmes na Praça dos Heróis Nacionais, onde se situa o Palácio Presidencial (parcialmente destruído) e as sedes do governo, Ministério dos Negócios Estrangeiros e Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC).

"Uma Prenda de Cinema" é o nome da iniciativa, que vai permitir exibir, já no próximo sábado, "Harry Potter e a Pedra Filosofal", seguindo-se "O Pirata das Caraíbas" (dia 11) e "Contos de Natal da Disney" (dia 18), às 19:30 locais (mesma hora em Lisboa).

"É uma forma de o cinema sair à rua e de promover o convívio entre jovens e é gratuito", salientou à Lusa Luís Machado, que lembrou que a iniciativa conta também com o apoio do Instituto Nacional de Cinema (INC) guineense.

Na Guiné-Bissau não existe um único cinema, pois os antigos estão situados em edifícios totalmente degradados e sem condições, tendo o último, na sede da União Desportiva Internacional de Bissau (UDIB), sido destruído durante o conflito militar de 1998/99.

No entanto, em vários bairros de Bissau e em diferentes localidades do país existem pequenas salas comunitárias, em que, com a ajuda de várias baterias de automóvel, se consegue energia eléctrica suficiente para alimentar uma televisão e um vídeo.

O CCP de Bissau tem, nos últimos meses, promovido várias iniciativas culturais ligadas ao cinema, tendo iniciado, no princípio de Novembro último, um ciclo de cinema lusófono, em que a sala de projecção esteve sempre totalmente cheia.

Ao longo de Novembro, o ciclo de cinema exibiu os filmes "Nha Fala", da cineasta guineense Flora Gomes, "Os Imortais", do realizador português António Pedro de Vasconcelos.

Depois, foi prestada uma homenagem simbólica ao cineasta português recentemente falecido João César Monteiro, com a exibição de "Recordações da Casa Amarela" e "A Comédia de Deus".

Em fins de Novembro, o Centro Cultural Português lançou nova iniciativa ligada ao cinema e às artes audiovisuais, "Imagens Lusófonas em Bissau", certame que termina sexta-feira com os documentários "O Arquitecto e a Cidade Velha", de Catarina Alves Costa, e "O Espírito de Angra", de Carlos Brandão Lucas, ambos realizadores portugueses.

Exibidas foram também as curtas-metragens "Quintal do Semba", do grupo angolano homónimo, "Rastas", de Neni Glock (Holanda, mas com produção portuguesa), "In-Comunicação", de Chico Carneiro (Moçambique), "Pregos na Cabeça", de Sol de Carvalho (Moçambique).

Os documentários foram quatro: "Timor-Leste, o Sonho do Crocodilo", da jornalista portuguesa Diana Andringa, "Carnaval de Bissau", de André Kowalski (português de origem polaca), "Cabo Verde: Insularidades", de Carlos Brandão Lucas Portugal), e "Narradores Orais da Ilha do Príncipe", de Ivo Ferreira (Portugal).

Hoje, penúltimo dia do certame, será exibido às 19:00 locais o filme "Pau de Sangue", de Flora Gomes, o cineasta guineense que foi várias vezes premiado em festivais internacionais, entre eles o de Cannes (França).


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem