As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Governo anuncia criação de uma companhia aérea própria
- 4-Dec-2004 - 17:07


A Guiné-Bissau vai dispor, "em breve", de uma companhia aérea própria, que contará com uma frota de "alguns aviões", revelou hoje o ministro dos Transportes e Comunicações guineense.


Rui Araújo falava aos jornalistas durante a cerimónia que marcou o restabelecimento das ligações aéreas entre a Guiné-Bissau e Cabo Verde, hoje retomadas após uma suspensão de dois anos.

O ministro guineense não adiantou mais pormenores sobre a futura companhia aérea nacional, sublinhando que o governo está a estudar essa possibilidade de forma prioritária e que, em breve, essa empresa será uma realidade.

A Guiné-Bissau não dispõe de uma companhia aérea de bandeira desde 1994, ano em que a grave crise no sector afectou a Guiné-Bissau e inviabilizou economicamente o projecto.

Desde então, foram várias as tentativas para reabilitar a companhia, entre elas com os próprios Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV), mas as sucessivas crises político-militares impossibilitaram a sua continuidade.

Em 2003, a Guiné-Bissau fez um acordo comercial com a companhia aérea privada portuguesa Air Luxor, criando a "Air Luxor GB", embora os aparelhos sejam todos pertencentes à empresa lusa, que garantiu também, através da Sociedade de Gestão do Aeroporto de Bissau (SGAB), a manutenção das infra-estruturas aeroportuárias.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem