As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Administração pública lança novo serviço electrónico para cidadãos
- 7-Jan-2005 - 18:33


A administração pública de Cabo Verde está a preparar-se para introduzir, na sua relação com os cidadãos, um novo serviço electrónico, o chamado Sistema de Gestão de Documentos (SGD), que utilizará a Internet como suporte.


O SGD, concebido e criado pelo Núcleo Operacional para a Sociedade de Informação (NOSI) e testado durante algum tempo, em circuito fechado, no Ministério das Finanças, com resultados que "encorajam a sua generalização".

O anúncio foi feito hoje pelo gestor do NOSI, Jorge Lopes, que marcou para o dia 18 de Janeiro a apresentação oficial do sistema. A partir dessa data, o referido sistema ficará em condições de ser aplicado "a título definitivo" em alguns serviços do Estado.

Aquele responsável defendeu ser necessário, entretanto, uma "forte campanha de formação" que permita aos funcionários que irão trabalhar com o SGD tirar o "maior partido possível do sistema".

Jorge Lopes enumerou as funcionalidades e vantagens do SGD, explicando que com a sua implementação, os cidadãos "saberão a todo o momento, em que ponto do circuito administrativo se encontram os assuntos" pendentes.

"Basta dirigir-se ao funcionário competente da repartição que lhe interessa para que o utente saiba, após uma rápida consulta on-line efectuada de qualquer ponto do país, onde se encontra exactamente o seu dossier", explicou o gestor do NOSI.

Jorge Lopes definiu o SGD como um dos serviços "mais importantes" a serem prestados na futura Loja do Cidadão, que deverá começar a funcionar em 2005.

"Toda a documentação já está pronta e estamos a tratar da instalação física do estabelecimento que, em princípio, deverá localizar-se nas antigas instalações da EMPA (a extinta Empresa Pública de Abastecimento)", na cidade da Praia, avançou aquele responsável.

Jorge Lopes indicou ainda que a Loja do Cidadão também "já está toda concebida e estruturada", tendo servido, para isso, o estudo de "experiências desenvolvidas em vários países amigos de Cabo Verde", nomeadamente Portugal.

O gestor do NOSI explicou que a loja terá três secções, adiantando que a primeira "tratará questões ligadas à identificação e à cidadania, a segunda será dedicada às empresas e negócios e a última fornecerá produtos e serviços acessórios e informações gerais".


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem