As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Brasil assina acordo de cooperação no domínio da Saúde
- 15-Jan-2005 - 19:49


A Guiné-Bissau e o Brasil assinaram hoje em Bissau um acordo de cooperação que prevê a assistência, apoio técnico e formação profissional no domínio da Saúde, mais em particular no combate ao vírus VIH/Sida.


O acordo foi rubricado pelos chefes da diplomacia guineense, Soares Sambu, e brasileira, Celso Amorim, na sequência da visita de trabalho de apenas cinco horas que o ministro das Relações Exteriores do Brasil efectuou hoje a Bissau, na companhia da ministra da Promoção da Igualdade Racial, Matilde Ribeiro.

Celso Amorim, que já seguiu para Dacar, terceira etapa da digressão que começou sexta-feira em Cabo Verde e que termina depois de visitas ao Senegal, Nigéria e Camarões, aproveitou também para inaugurar um Centro de Formação Profissional em Bissau.

Segundo Celso Amorim, a cooperação com África, e sobretudo com os países de expressão portuguesa - Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe - é uma das prioridades do governo do presidente Luiz Inácio ("Lula") da Silva, que deverá, "em breve", efectuar uma visita oficial a Bissau.

Na curta declaração aos jornalistas, a quem não foi disponibilizado qualquer documento oficial, nem sobre o acordo nem sobre a declaração conjunta, Celso Amorim sublinhou que a cooperação com a Guiné-Bissau é "já uma realidade", consubstanciada nos vários projectos bilaterais.

O chefe da diplomacia brasileira lembrou que Brasília já disponibilizou, no âmbito da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), 500 mil dólares para apoiar o pagamento dos salários e da reestruturação em curso nas Forças Armadas.

No entanto, realçou, além da cooperação multilateral, através da CPLP, o Brasil já tem projectos bilaterais em curso, nomeadamente nos domínios da educação, saúde e formação.

Realçou que, já há alguns anos, a cooperação bilateral foi alargada a outras áreas, como a Educação, através da atribuição de bolsas a estudantes guineenses para estudarem em universidades brasileiras, e que se pretende, agora, estendê-la aos domínios da Agricultura e dos Direitos Humanos.

Nesse sentido, lembrou o projecto IBAS, que envolve a Índia, Brasil e África do Sul, que lançaram em Dezembro último as bases para uma maior colaboração e cooperação na área agrícola, através de um projecto destinado a combater a pobreza na Guiné-Bissau.

Em relação ao acordo no domínio da Saúde, maioritariamente ligado ao combate ao vírus VIH/Sida na Guiné-Bissau, prevê que o Brasil forneça medicamentos anti-retrovirais para apoiar os mais de 43.000 doentes registados no país.

Nos termos do acordo, o Brasil vai também comprometer-se a apoiar o tratamento dos seropositivos na Guiné-Bissau e a dar formação a especialistas guineenses tanto num como noutro país.

Segundo dados oficiais, a Guiné-Bissau conta com uma reduzida taxa de prevalência do vírus VIH/Sida, embora tenha confirmado mais de 43 mil casos, entre uma população estimada em mais de 1,3 milhões de habitantes.

Na parte política, a Guiné-Bissau assegurou ao Brasil que irá apoiar a reforma das Nações Unidas e a candidatura do Brasil a um lugar como membro permanente do Conselho de Segurança, caso avance a reestruturação daquele órgão.

Soares Sambu, numa breve intervenção, ressalvou que Bissau vai também apoiar a candidatura do Brasil à liderança da Organização Mundial do Comércio (OMC).

Paralelamente, Celso Amorim, que viaja acompanhado por uma delegação de 30 pessoas, entre altos responsáveis de diferentes Ministérios e empresários, foi recebido pelo presidente e pelo primeiro-ministro da Guiné-Bissau, respectivamente Henrique Rosa e Carlos Gomes Júnior.

O Brasil dispõe de uma embaixada em Bissau desde a década de 70 do século XX e, desde então, tem mantido vários projectos de cooperação na Guiné-Bissau, nomeadamente nas áreas da Saúde e Educação.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem