As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
I Encontro Internacional de Cinema começa terça-feira
- 24-Jan-2005 - 17:28


Bissau acolhe terça e quarta-feira o I Encontro Nacional de Cinema da Guiné-Bissau na presença de realizadores locais e estrangeiros que discutirão, entre outras questões, o futuro da Sétima Arte no país, disse hoje fonte oficial.


Em declarações à agência Lusa, o presidente do Instituto do Cinema da Guiné-Bissau (ICGB), Carlos Vaz, adiantou que o primeiro encontro do género em 30 anos de independência visa essencialmente traçar uma "política realista" para o sector do cinema e audiovisual do país.

Para tal, sublinhou, foi "importante e decisiva" a ajuda do Instituto do Cinema, Audiovisual e Multimédia (ICAM) de Portugal, cujo vice-presidente, José Pedro Ribeiro, se deslocará a Bissau à frente de uma importante delegação da instituição.

"Em 30 anos de independência nacional, a Guiné-Bissau não possui uma legislação concreta para o sector do cinema.Ora, isso não pode continuar assim", defendeu Carlos Vaz, antigo jornalista e também actor.

Durante o certame, que decorrerá no antigo cinema do Clube do Bairro da Ajuda, em Bissau, o ICGB pretende trazer a debate um conjunto de ante-projectos de lei que, depois de analisados pelos peritos na matéria, serão posteriormente submetidos à apreciação do Parlamento guineense.

De acordo com o presidente do ICGB, os grandes financiadores deste evento inédito no país, serão o ICAM e o Instituto Português de Apoio ao Desenvolvimento (IPAD).

Segundo Carlos Vaz, o ICGB estima gastar 8,8 milhões de francos CFA (cerca de 13,5 mil euros) para cobrir todas as despesas do evento, contando para o efeito com um apoio do governo de Bissau.

O presidente do ICGB espera também a participação de cineastas, realizadores e produtores vindos de países de língua oficial portuguesa, tendo para já as confirmações de elementos de Portugal, Cabo Verde e Moçambique.

Outro dos objectivos traçados por Carlos Vaz é delinear uma estratégia clara para lançar a Guiné-Bissau, num futuro próximo, num circuito de produção, comercialização e distribuição de filmes.

Em debate estarão vários painéis, todos naturalmente relacionados com a actividade cinematográfica na Guiné-Bissau, com particular destaque para as perspectivas de futuro da "sétima arte" num país que conta com dois realizadores de renome, Flora Gomes e Sana na Hada.

"Cinema, Ontem e Hoje", "Cinema, que Futuro?", "O Cinema e a Sociedade", "O Cinema e as Políticas de Licenciamento" e "A Formação Cinematográfica e as Novas Tecnologias" são os temas em debate.

Paralelamente, serão exibidos os filmes "Labanta Negro", de Pierre Nelli, "Xime", de Sana na Hada, e "Os Olhos Azuis de Yonta", de Flora Gomes, além de curtas-metragens documentais, como "Guiné é um País de Futuro", de João de Barros.

Também aliado ao certame está a realização de vários "workshops", nomeadamente os relacionados com a produção de documentários, a cargo de Luís Correia, da Lisboa Filmes, com a crítica de cinema, liderado pela jornalista portuguesa Teresa Nicolau (RDPÁfrica e RTP) e com a escrita de guiões, através do escritor e guionista Manuel Arouca.

A cerimónia de abertura contará com a presença do presidente guineense, Henrique Rosa, e, além de Carlos Vaz, do secretário de Estado da Juventude, Cultura e Desportos guineense, Respício da Silva.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem