As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Sem efeito a supensão do líder parlamentar do partido maioritário
- 5-Feb-2005 - 19:29


A suspensão decretada pelo presidente do partido no poder na Guiné-Bissau ao líder da bancada parlamentar, decidida a 13 de Janeiro último, ficou sem efeito, tendo Cipriano Cassamá assumido totalmente as suas funções no parlamento.


A suspensão foi decretada por Carlos Gomes Júnior, também primeiro-ministro, mas na qualidade de presidente do Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), num despacho em que suspendeu Cipriano Cassamá de todas as suas funções até à conclusão de um inquérito interno que lhe instaurou.

O assunto caiu, entretanto, no esquecimento e Cipriano Cassamá assumiu quinta e sexta-feira as funções de líder da bancada parlamentar do PAIGC durante as discussões do Orçamento Geral do Estado (OGE) na Assembleia Nacional Popular (ANP).

No despacho que ordenou a imediata suspensão de Cipriano Cassamá, o líder do PAIGC justificou a sua decisão pelas "atitudes perturbadoras" do líder do grupo parlamentar numa reunião da Comissão Permanente do "Bureau" Político, realizada a 12 do mesmo mês.

Nessa reunião, segundo fontes do PAIGC indicaram à Agência Lusa, registou-se uma troca azeda de palavras e as altercações entre Carlos Gomes Júnior e Cipriano Cassamá só não chsegaram às agressões físicas devido à pronta intervenção de outros dirigentes do partido.

Um dia depois, Carlos Gomes Júnior emitiu o despacho e, dia 14, Cipriano Cassamá considerou "ilegal" a decisão do líder do PAIGC.

"Estamos perante um desconhecimento total aos estatutos do partido por parte do presidente do PAIGC, quando decreta a minha suspensão. É uma aberração esta atitude do senhor presidente do PAIGC", afirmou Cipriano Cassamá à Lusa, na ocasião.

Sexta-feira, e após o encerramento da sessão extraordinária do Parlamento, nem Carlos Gomes Júnior nem Cipriano Cassamá comentaram o facto de o líder da bancada parlamentar do PAIGC ter assumido as suas funções, na presença do líder do partido.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem