As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Pobreza atinge quae 40 por cento da população do arquipélago
- 22-Feb-2005 - 15:31


Quase 40 por cento da população de Cabo Verde vive na pobreza de acordo com um estudo realizado no arquipélago pelo Banco Mundial (BM) e o Instituto Nacional de estatística (INE) cabo-verdiano.


Segundo os dados apurados, que estão a ser analisados hoje num encontro na Cidade da Praia, dos 450 mil habitantes do arquipélago, 173.000 vivem na pobreza e destes, 93.000 (mais de metade) encontram- se em situação de pobreza extrema, dispondo apenas de cerca de 260 euros por ano.

Segundo Francisco Fernandes Tavares, presidente do INE cabo- verdiano, os números que sustentam a existência de 173.000 pobres nas nove ilhas habitadas do arquipélago, são extraídos da avaliação sobre os rendimentos e as despesas dos agregados familiares do país, da qual resulta que estas pessoas vivem com menos de 43 mil escudos cabo- verdianos (389 euros) por ano.

Em termos percentuais, existem em Cabo Verde 37,7 por cento de pobres, percentagem que inclui os 20 por cento de cabo-verdianos em situação de pobreza extrema.

O estudo, que o BM e o INE estão a analisar no atelier sobre diagnóstico da pobreza, foi concluído em 2004 com dados recolhidos em 2002.

Outra das conclusões do estudo é que, apesar de a riqueza do país estar a aumentar, a pobreza ganha terreno, graças à maior desigualdade social com a concentração dos rendimentos numa faixa social estreita.

Um dos exemplos que dão consistência a estes números é o facto de apenas 11 por cento dos agregados familiares pobres terem acesso à electricidade.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem