As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cabo Verde
Primeiro-ministro vai remodelar governo em breve
- 31-Mar-2005 - 19:05


O primeiro-ministro guineense declarou hoje que remodelará, "em breve", o seu governo, mas recusou precisar quais os ministérios implicados e as razões por que adiou essa medida, anunciada pela primeira vez a 17 de Dezembro de 2004.


"Vai em breve haver uma remodelação governamental. Estamos a estudá-la com toda a calma e sem pressão de ninguém", afirmou Carlos Gomes Júnior aos jornalistas, sem avançar uma data precisa.

O chefe do executivo de Bissau garantiu, contudo, que a remodelação ocorrerá "antes das eleições" presidenciais de 19 de Junho próximo.

"Uma mudança no governo não se faz em cima do joelho e estamos por isso, com calma, a dialogar também com a comunidade internacional", acrescentou.

A 17 de Dezembro de 2004, Carlos Gomes Júnior anunciara que, até ao final desse ano, iria remodelar o governo, mas negando que as mudanças fossem consequência dos "erros" de alguns ministros na sequência da insubordinação militar registada dois meses antes, a 06 de Outubro.

Na ocasião, o primeiro-ministro guineense alegou que o executivo, após sete meses de governação, tinha a "obrigatoriedade de parar para repensar", de modo a ganhar uma "nova dinâmica" para satisfazer os interesses do país.

No entanto, a remodelação acabou por nunca ser concretizada e Carlos Gomes Júnior, mesmo depois de questionado frequentemente sobre o assunto pelos jornalistas, nunca explicou as razões do adiamento das mexidas no executivo.

O governo de Carlos Gomes Júnior foi empossado a 12 de Maio de 2004, na sequência da vitória do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC, de que o primeiro-ministro é líder) nas legislativas de Março do mesmo ano, e conta com 16 ministros e sete secretários de Estado.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design Portugal Algarve por NOVAimagem