Anuncie no Noticias Lusofonas e promova a sua empresa em todo o mundo de lingua portuguesa
           As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Entrevista
Kumba Ialá nega ocupação da Presidência da República
- 25-May-2005 - 19:14


O ex-presidente da Guiné- Bissau Kumba Ialá garantiu hoje, em entrevista à Rádio de Cabo Verde (RCV), que não ocupou a sede da presidência e seria uma loucura fazê- lo para tomar o poder.


Kumba Ialá deu estas garantias depois de terem sido divulgadas notícias de que ocupou hoje de madrugada, durante algumas horas, a sede da Presidência da República, acompanhado por um grupo de militares, alegadamente para assumir o poder.

Na entrevista à RCV, Kumba Ialá impôs que a sua voz não fosse utilizada, admitindo apenas que o jornalista o citasse, o que a rádio fez.

A ocupação da presidência em Bissau, negada por Kumba Ialá, já foi, no entanto, confirmada pelo presidente guineense interino, Henrique Rosa, que a considerou uma tentativa falhada de golpe de Estado.

Ialá garantiu ainda, na mesma entrevista à RCV, que é o principal interessado em descobrir a verdade e pediu que seja mantida a calma porque se trata, no seu entender, de muita contra-informação.

O ex-presidente guineense, que foi deposto num golpe militar em Setembro de 2003 e que recentemente se auto-proclamou Presidente da República, diz que é um cidadão civil, não tem armas e é um político responsável e consequente.

Na entrevista, Ialá referiu ainda que não está na política para poder sobreviver.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Construção de Sites Algarve por NOVAimagem