Anuncie no Noticias Lusofonas
           As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Cultura
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  CPLP
CPLP reúne-se domingo em Lisboa para debater crise em Timor-Leste
- 16-Jun-2006 - 19:52


Os chefes da diplomacia da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) realizam domingo uma reunião extraordinária para analisar a crise político-militar em Timor-Leste, segundo um comunicado do Ministério dos Negócios Estrangeiros português hoje divulgado.


Na reunião, que decorrerá na sede da CPLP em Lisboa, estarão presentes os ministros dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Diogo Freitas do Amaral, de Moçambique, Alcinda Abreu, de Angola, Bernardo Miranda, e de São Tomé e Príncipe, Carlos dos Anjos.

Cabo Verde estará representado pelo secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros, Domingos Mascarenhas, o Brasil pelo embaixador Motta Pinto Coelho, sub-secretário das Relações Exteriores, e a Guiné- Bissau pelo secretário de Estado da Cooperação Internacional, Timna Sana Nauai.

A ministra de Estado e da Administração Estatal de Timor- Leste, Ana Pessoa, também participa na reunião.

A crise político-militar em Timor-Leste agravou-se em finais de Abril, depois de uma intervenção das forças armadas timorenses durante uma manifestação em Díli de cerca de 600 ex-militares (cerca de 40 por cento dos efectivos do exército do país), que foram despedidos na sequência de denúncias sobre alegadas discriminações étnicas por parte dos seus superiores.

Dias depois, o comandante da Polícia Militar e outros oficiais abandonaram a cadeia de comando, alegando que a intervenção após a manifestação dos ex-militares provocara cerca de 60 mortos, em vez dos cinco adiantados pelo Governo timorense.

Nas semanas seguintes, grupos armados envolveram-se em confrontos em Díli e nos arredores da capital do país, numa onda de violência que provocou mais duas dezenas de mortos e 130 mil deslocados.

A incapacidade para resolver o problema levou as autoridades timorenses a pedir ajuda internacional para restabelecer a ordem, estando actualmente em Timor-Leste cerca de 2.000 militares e polícias da Austrália, Malásia, Nova Zelândia e Portugal.

Hoje, o líder dos militares timorenses rebeldes, major Alfredo Reinaldo, entregou as suas armas às forças australianas, num processo accionado pelo Presidente de Timor-Leste, Xanana Gusmão, que pode abrir caminho para a resolução da crise no país.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Criação de Sites e SEO Algarve por NOVAimagem