Anuncie no Noticias Lusofonas
           As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Cultura
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  CPLP
Fundações Portugal/África e Mário Soares pedem estatuto de observador
- 14-Feb-2007 - 15:42


As fundações Portugal/África e Mário Soares sol icitaram a adesão como "observadores consultivos" da Comunidade dos Países da Língua a Portuguesa (CPLP), disse hoje o presidente das duas instituições e antigo chefe de Estado português.


Segundo Mário Soares, que falava no final de um encontro de trabalho com o secretário-executivo da CPLP, Luís Fonseca, as duas fundações a que preside pretendem colaborar com a organização ligada à lusofonia, estando ainda em estudo a forma como o poderão fazer.

"Temos arquivos importantes sobre os países da CPLP, historicamente muito importantes para os respectivos Estados, e vamos agora ver, nos próximos meses, a forma como as duas fundações podem colaborar", sublinhou o antigo chefe de Estado português.

Por seu lado, Luís Fonseca confirmou o pedido de adesão e indicou que o Comité de Concertação Permanente (CCP) da CPLP já deu um parecer favorável, dev endo a oficialização ocorrer na próxima reunião do Conselho de Ministros da orga nização, a realizar em Julho.

Luís Fonseca lembrou à Lusa que o processo de envolvimento da sociedade civil na CPLP "está ainda no seu início", pois foi em Julho de 2006, durante a VI Cimeira da Comunidade, realizada em Bissau, que 18 organizações da sociedade civil obtiveram o estatuto de "observador consultivo".

"Por enquanto, a maioria desses observadores é originária de Portugal e estamos a fazer um esforço para que outras instituições de outros países possam também candidatar-se. Acredito que não haverá nenhuma dificuldade em serem aceites como tal", afirmou.

Luís Fonseca adiantou, por outro lado, que a CPLP está já a tentar orga nizar um encontro com os "observadores consultivos" para aprofundar a forma como podem "participar mais activamente na vida da organização", que engloba Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau (que detém a actual presidência), Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste.

Na VI cimeira da organização, os chefes de Estado e de Governo dos "oito" ratificaram a entrada de 18 instituições com o estatuto de "observadores cons ultivos" e a entrada, como "observadores associados" da Guiné Equatorial e das ilhas Maurícias.

Obtiveram o estatuto de "observador consultivo" o Conselho Empresarial da CPLP, Fórum da Juventude da CPLP, Fundação Calouste Gulbenkian, Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (FLAD) e Associação dos Comités Olímpicos de Língua Portuguesa.

Entraram também a Fundação para a Divulgação das Tecnologias de Informação, Fundação Bial, Assistência Médica Internacional (AMI), Saúde em Português, Círculo de Reflexão Lusófona, Fundação Luso-Brasileira e Academia Brasileira de Artes.

As restantes cinco organizações são a Associação das Misericórdias de Portugal, Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologia, Fundação pata o Desenvolvimento da Comunidade, Associação das Universidades de Língua Portuguesa e Comunidade Sindical dos Países de Língua Portuguesa.

Os estatutos de Observador Consultivo e de Observador Associado foram a provados na X Reunião do Conselho de Ministros da CPLP, que decorreu em Luanda a 19 e 20 de Julho de 2005.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Criação de Sites e SEO Algarve por NOVAimagem