Anuncie no Noticias Lusofonas
           As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Cultura
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  CPLP
Parlamento inicia nova sessão quinta-feira, com calamidades em agenda
- 28-Feb-2007 - 14:40


A Assembleia da República de Moçambique retoma quinta-feira os seus trabalhos, após a habitual interrupção intercalar nos meses de Novembro, Dezembro e Janeiro, com as calamidades que assolam o país no topo da agenda.


Na VI sessão do Parlamento moçambicano, disse o porta-voz da Comissão Permanente da Assembleia da República de Moçambique, Mateus Katupha, é esperado que "o governo faça o ponto da situação das calamidades naturais".

Mais de 150 mil pessoas foram obrigadas a abandonar as suas casas no centro de Moçambique, devido às inundações do rio Zambeze, e cerca de 40 mil pessoas estão sem abrigo no distrito de Vilankulos, sul do país, na sequência do ciclone que abalou semana passada aquela zona.

O temporal provocou também a morte de 10 pessoas e 70 feridos.

Além da avaliação sobre a resposta do governo à crise provocada pelas cheias, a VI Sessão da Assembleia da República vai eleger os novos membros da Comissão Nacional de Eleições (CNE), que vai dirigir os próximos pleitos eleitorais.

A indicação do primeiro provedor de justiça moçambicano, o debate da Lei Eleitoral da Assembleias Provinciais, revisão do Regimento da Assembleia da República e do Estatuto do Deputado integram ainda os pontos agendados para a sessão que começa na próxima quinta-feira.

O máximo órgão legislativo moçambicano vai também apreciar a proposta da lei Orgânica dos tribunais Judiciais, a proposta de lei orgânica do Ministério Público e a proposta de resolução que ratifica o Tratado e Extradição entre os Estados membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

A FRELIMO, partido no poder em Moçambique desde a independência, em 1975, detém uma maioria de 160 deputados entre os 250 assentos da Assembleia da República, contra apenas 90 assentos da RENAMO-União Eleitoral, o bloco da oposição parlamantar.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Criação de Sites e SEO Algarve por NOVAimagem