As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 director: Norberto Hossi
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Cultura
 » Desporto
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cultura
Sócrates profundamente satisfeito com a vitória do MPLA
- 8-Sep-2008 - 22:35


O primeiro-ministro, José Sócrates, afirmou-se hoje "profundamente satisfeito" com a forma "transparente, livre e democrática" como decorreram as eleições legislativas em Angola e saudou as autoridades de Luanda pela conclusão deste processo em "paz" e "liberdade".


Em declarações aos jornalistas, no final do lançamento da Fundação Respublica, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, José Sócrates considerou que as eleições em Angola representaram "um momento histórico".

"As eleições são da maior importância para o prestígio internacional de Angola, para a Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) e também para Portugal na sua relação com este país. Por isso, quero felicitar desde logo o povo angolano, já que sei bem o que estas eleições representam enquanto instrumento de institucionalização da vontade popular nas decisões do seu país", disse.

Na perspectiva do líder do PS, em Angola "haverá agora um antes e um depois destas eleições".

"Estas eleições representam a passagem de Angola para o conjunto dos países democráticos, que resolvem os seus problemas com eleições. Como disseram os observadores europeus, estas eleições foram feitas com transparência, foram um passo no sentido da democracia e da paz e os eleitores votaram com total liberdade", salientou o chefe do Governo português.

José Sócrates aproveitou depois para "felicitar as autoridades angolanas" e para "desejar que este processo [eleitoral] conduza a instituições democráticas cada vez mais fortes".

Na sua declaração, Sócrates referiu-se também "às dificuldades do primeiro dia de votações", sexta-feira, que disse serem de ordem "organizativa" e "logísticas".

Para o secretário-geral do PS, tratou-se de dificuldades próprias de um país que organiza as primeiras eleições desde 1992.

"Estas eleições foram livres, justas, tiveram problemas organizativos naturalmente, mas que serão corrigidos certamente nos próximos actos eleitorais", acrescentou.

O MPLA, no poder, alcançou mais de 80 por cento dos votos já contabilizados, segundo dados oficiais provisórios.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Criação e Alojamento de Sites Algarve por NOVAimagem