Anuncie no Noticias Lusofonas
           As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Cultura
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  CPLP
Nenhum chefe de Estado confirmou presença no funeral de «Nino»
- 9-Mar-2009 - 14:54


O Presidente do Senegal, Abdoulaye Wade, poderá ser o único chefe de Estado presente no funeral de João Bernardo "Nino" Vieira, terça-feira em Bissau, segundo uma lista divulgada pelo Protocolo guineense.


No entanto, Abdoulaye Wade ainda não confirmou oficialmente a sua presença em Bissau, onde já se encontram alguns representantes dos 27 países países e organizações internacionais que participam nas cerimónias.

Portugal, que preside à Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), estará representado pelo secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, João Gomes Cravinho.

A delegação da CPLP inclui ainda o ex-Presidente de São Tomé e Príncipe Miguel Trovoada, que desempenha actualmente o cargo de secretário-executivo do Golfo da Guiné, o ministro da Justiça são-tomense, Justino Veiga, o ex-primeiro-ministro timorense Mari Alkatiri, e os embaixadores do Brasil e da Guiné-Bissau junto da organização, Lauro Moreira e Apolinário Carvalho, respectivamente.

O secretário da representação permanente do Brasil junto da CPLP, Renato Menezes, e o embaixador de Cabo Verde residente em Dacar, Raul Vera Cruz Barbosa, completam a delegação da organização.

O representante de Moçambique não foi ainda divulgado.

Outros países representados são a África do Sul, Estados Unidos, Cuba, Reino Unido, Índia, Itália, Japão, Holanda, Alemanha e Venezuela.

A vizinha Guiné-Conacri será representada por uma delegação liderada pelo primeiro-ministro Kabine Komará, enquanto a Gâmbia envia quatro ministros e o Vaticano se faz representar pelo Núncio Apostólico residente em Dacar, .

A União Africana envia a Comissária para os Assuntos Políticos, Iulia Joiner, e o Conselheiro Jurídico Principal dos Direitos Humanos, Chasi Bkari, e a Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) e a União Monetária da África Ocidental (UEMOA) também se farão representar.

Fora da lista distribuída pelo Protocolo guineense, mas com indicação desde domingo de que estariam presentes figuram o primeiro vice-presidente do parlamento angolano, Manuel Gonçalves Lourenço, e ainda a França e a China, que deverão ser representados pelos embaixadores residentes em Bissau.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Criação de Sites e SEO Algarve por NOVAimagem