Anuncie no Noticias Lusofonas e promova a sua empresa em todo o mundo de lingua portuguesa
           As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Entrevista
Políticos consideram que independência trouxe dignidade e cidadania
- 11-Nov-2009 - 12:13


Dirigentes de partidos políticos consideraram hoje, em Luanda, que, com a conquista da Independência Nacional, os angolanos ganharam dignidade, soberania, cidadania e liberdade.


Em entrevistas à Angop, no Largo da Independência, durante o acto central das comemorações 11 de Novembro, a nível de província de Luanda, os políticos afirmaram que a independência conferiu aos cidadãos o direito de posse da sua pátria, bem como de dirigir os seus próprios destinos.

Para o vice-presidente do MPLA, Roberto Victor de Almeida, o país está a caminhar para uma era onde o povo pode esperar por dias melhores, devido a evoluções positivas nas esferas económica, política e social.

A secretária nacional da Organização da Mulher Angolana (OMA), Susana Inglês, destacou as transformações de infra-estruturas, formação de quadros em vários níveis, para o bem de todos os angolanos.


Por sua vez, o presidente da FNLA, Ngola Kabango, qualificou como ganhos da independência a preservação da integridade territorial.

“ Estamos em paz há sete anos, agora o que nos resta é carregar as baterias e corrigir os erros para uma vida, cada vez mais, condigna”, frisou.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Construção de Sites Algarve por NOVAimagem