As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 director: Norberto Hossi
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Cultura
 » Desporto
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cultura
Nova fábrica de óleo alimentar e sabão entra em funcionamento em Junho
- 26-Apr-2010 - 18:32


Uma nova fábrica de óleo alimentar e de sabão vai entrar em funcionamento a partir de Junho na Matola, sul de Moçambique, num investimento orçado em 16,5 milhões de euros, anunciaram hoje os responsáveis do empreendimento.


Segundo o director executivo do Grupo Maeva, representante do grupo francês Shemir Sokataly, investidor no empreendimento, Daniel Mondlane, a nova unidade vai produzir diariamente 500 toneladas de óleo, 150 toneladas de sabão e 100 toneladas de sabonetes.

O sabão e o sabonete serão produzidos a partir de óleo reciclado e a fábrica terá 750 trabalhadores.

“Este empreendimento é a expansão da refinaria que funciona aqui na Matola, com capacidade de 150 toneladas de óleo por dia”, sublinhou o director executivo do Grupo Maeva.

Na primeira fase de laboração, a matéria-prima será importada de Singapura, Malásia e África do Sul, mas posteriormente poderá ser comprada no mercado nacional de girassol e soja.

Parte do óleo a ser produzido na nova fábrica será vendida em Moçambique e a outra parcela será exportada para a Tanzânia, Madagáscar e Burquina Faso, que já vem comprando os produtos de uma outra unidade do grupo.

“Neste momento parámos de exportar para Madagáscar, devido à crise política. Mas estamos a exportar 40 toneladas de óleo por mês para Tanzânia e Burquina Faso”, disse Daniel Mondlane.

O ministro moçambicano da Indústria e Comércio, António Fernando, que hoje visitou as instalações da nova fábrica, apontou o empreendimento como um exemplo de investimentos que devem ser encorajados e incentivados.

“Esta unidade vai utilizar matéria-prima importada numa primeira fase, mas pretende depois usar produtos nacionais. Está aqui uma oportunidade de negócio. Portanto, o que fazemos na agricultura para incentivar o aumento das áreas de produção tem razão de ser”, enfatizou António Fernando.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Criação e Alojamento de Sites Algarve por NOVAimagem