As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 director: Norberto Hossi
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Cultura
 » Desporto
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cultura
Ministra moçambicana defende cooperação lusófona na informação
- 30-Sep-2003 - 23:33

A ministra do Ensino Superior, Ciência e Tecnologia moçambicana, Lídia Brito, defendeu hoje em Paris que os países lusófonos devem fortalecer a sua cooperação através do Observatório da Sociedade de Informação aberto pela UNESCO no Brasil.


A governante moçambicana, que discursava na Conferência Geral da Agência das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), frisou que este observatório "representa uma oportunidade para os países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) fortalecerem a cooperação sul-sul".

Neste sentido, Lídia Brito pôs à disposição o Observatório da Sociedade de Informação, lançado pelo governo moçambicano, para colaborações futuras.

No seu discurso, efectuado em português e inglês, a ministra felicitou Timor-Leste pela adesão à Agência das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura, considerando que isso irá "reforçar o papel da CPLP na concretização dos princípios e objectivos da UNESCO e vai apoiar a cooperação entre as duas organizações".

A governante moçambicana responsável pelas pastas do Ensino Superior, Ciência e Tecnologia pediu ainda um reforço do escritório da UNESCO em Maputo "para responder às necessidades dos Países Africanos de Língua Portuguesa (PALOP)".

Comentando o programa proposto para os próximos anos, Lídia Brito apoiou a prioridade da educação, mas defendeu que não se deve centrar apenas no ensino básico, antes "contribuir para a construção um sistema de educação compreensivo e articulado, que vá além da educação primária".

Depois de ter comemorado pela primeira vez, em Novembro de 2002, o Dia Mundial da Ciência, graças ao apoio da UNESCO, Moçambique propõe realizar uma semana anual dedicada à ciência "de forma a envolver a sociedade".

A ministra moçambicana apelou ainda para o reforço dos meios financeiros para a prevenção dos desastres naturais, referindo que a "vulnerabilidade" do seu país "pode ser reduzida se existir a cooperação científica e técnica entre nações".

Depois da sua intervenção, Lídia Brito irá participar na mesa-redonda, nos dias 09 e 10 de Outubro, sobre a "sociedade de conhecimento", conceito que a UNESCO prefere ao de "sociedade de informação".

A Conferência Geral da UNESCO prolonga-se até 17 de Outubro.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Criação e Alojamento de Sites Algarve por NOVAimagem