As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 director: Norberto Hossi
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Cultura
 » Desporto
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Cultura
PS considera transferência de ministérios «despesismo e populismo»
- 12-Jul-2004 - 17:58


O PS vai opor-se à deslocalização de ministérios de Lisboa para outras regiões do país, se ela for incluída no programa de Governo, por considerar a proposta de "grande despesismo e grande populismo".


Em declarações à Lusa, o deputado socialista José Junqueiro disse que o PS irá contestar a transferência de ministérios e secretarias de Estado para fora da capital, sugerida pelo primeiro-ministro indigitado, Pedro Santana Lopes, em entrevista ontem à SIC.

Santana Lopes apontou como exemplos as transferências do Ministério da Agricultura para Santarém, do Ministério da Economia para o Porto e da Secretaria de Estado do Turismo para Faro.

"Essa ideia não tem nada de mérito, apenas demérito. Mérito seria colocar as pessoas junto dos centros de decisão, tornar-lhes a vida mais fácil, desburocratizar, desconcentrar competências", afirmou José Junqueiro, acrescentando que a proposta é mais um exemplo do "grande despesismo e grande populismo" de Santana Lopes.

"O PS não concorda com isso porque é enfeitar Portugal e não governar Portugal", completou, depois de acusar Santana Lopes de, enquanto presidente da Câmara Municipal de Lisboa, "tapar os problemas e não resolver os problemas".

"Santana Lopes diz que é muito emotivo e é. Chegam-lhe as ideias à cabeça, publicita-as imediatamente e só depois, quando começa a reflectir, é que vê que não são possíveis", acusou o líder da federação do socialista de Viseu.

"Pratica uma política populista, que carrega consigo antes mesmo de tomar posse como primeiro-ministro. Nós não vamos suportar este jogo", assegurou.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Criação e Alojamento de Sites Algarve por NOVAimagem